A origem do Pilates

Em dez sessões sentirá a diferença. Com vinte, conseguirá vê-la. Às trinta, terá um corpo novo. Esta citação pertence a Joseph Pilates,o pai do método Pilates.

A vida de Joseph Pilates é digna de um filme. Desde doenças na infância a prisioneiro de guerra na Primeira Guerra Mundial, Pilates nunca desanimou.

Foi no campo de prisioneiros que desenvolveu o método que o manteve saudável até ser libertado.

Livre, manteve o propósito de aperfeiçoar o que tinha descoberto no cativeiro e do que tinha conseguido formar com pedaços de peças de mobília, cordas, camas (começava a tomar forma o Reformer, Cadillac, Chair), depressa concretizou os equipamentos que hoje se encontram espalhados em academias de todo o mundo.

O método que Pilates criou primeiro foi aplicado em bailarinos e à policia de Hamburgo. Devido aos seus benefícios, rapidamente conquistou pessoas de todas as áreas, de todas as idades  e ultrapassou fronteiras tendo hoje como paraticantes políticos, executivos, bailarinos, desportistas, e artistas famosos, como Madona.

Um fato interessante sobre o Pilates é que exércitos de vários países, estão passando a adotá-lo para que os soldados fortaleçam o corpo sem ficar com músculos volumosos. O Pilates alarga-os, fortalece-os, aumenta a mobilidade das articulações, melhora a circulação, trabalhando com três tipos de contração: isométrica, concêntrica, excêntrica.

Ao excolher uma academia para praticar o método Pilates procure uma que o instrutor tenha poucos alunos para supervisionar pois dessa forma poderá dar uma atenção maior, acompanhado que você faça corretamente os exercícios.

 

Procure encontrar uma academia que o professo de pilates possa dar uma atenção individualizada a você.

One thought on “A origem do Pilates

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*