Alzheimer, a memória pode acabar mas não a emoção, diz estudo

A memória pode se apagar, mas os sentimentos perpetuam. Embora se esqueçam facilmente dos fatos, as emoções decorrentes de um acontecimento – coisas como um filme, um telefonema, uma visita – não se extinguem em pacientes com problemas de memória.

A pesquisa americana publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences conseguiu demonstrar que os portadores de doenças como o Alzheimer estão menos ausentes do que se imagina. Submetidos a um teste aparentemente simples, eles continuaram a experimentar sensações como tristeza e alegria, mesmo sem lembrar do motivo.

– Acredito que vamos fazer a família desses pacientes perceber que mesmo uma ligação rápida, uma visitinha ou uma simples piada podem fazer diferença para o bem-estar e a felicidade – avalia o principal autor da pesquisa, o neurologista Justin S. Feinstein.

No estudo, Feinstein e sua equipe fizeram um teste de memória com cinco portadores de diferentes graus de demência, mas todos com o comprometimento diagnosticado. Eles assistiram a um trecho de um filme triste, enquanto eram observados. Durante a exibição, todos demonstraram tristeza, seja chorando ou por meio de expressões faciais. Depois do filme, os participantes disseram que se sentiam tristes e que foram afetados de forma negativa.

O mesmo ocorreu quando assistiram a uma comédia. Embora não se lembrassem das cenas, eles reportaram uma sensação de bem-estar e humor


Fonte: Clicrbs.com.br, 08/05/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*