Brasileiro mais propenso ao alcoolismo

O Brasil é uma país de recordes, alguns positivos e muitos negativos. Entre esses últimos, está o fato que o brasileiro bebe quase 50% a mais do que a média mundial. É claro existem países que bebem mais do que a gente, mais esses números são bastante preocupantes dado o crescimento vertiginoso do alcoolismo no país e o fato que o álcool é responsável por nada menos do que 7,2% das mortes no país.

No Brasil consumimos 10 litros de álcool puro por pessoa ao ano enquanto a média mundial é de 6,1 litros de álcool por pessoa.

Para você entender como são preocupante esses números vamos fazer algumas contas:

  • para consumir 10 litros de álcool puro no ano, cada um dos aproximadamente 190 milhões de brasileiros (incluindo crianças, idosos e pessoas que não bebem) precisaria consumir 571 latinhas de cerveja por ano ou 1,5 latas por dia.
  • se descontarmos as pessoas que não bebem, para mantermos o mesmo consumo anual de álcool, as pessoas que bebem precisam beber muito acima dos 10 litros de álcool puro por ano

E a realidade é que entre os homens maiores de 15 anos que admitem que bebem, o consumo de álcool puro por ano chega a 24,4 litros. Essa quantidade é maior do que a consumida por muito alcoólatras que já procuram tratamento.

Na América Latina também somos imbatíveis no quesito consumo desenfreado de álcool: nossos “hermanos” consomem apenas 8 litros de álcool puro por pessoa ao ano….

A triste realidade é que esse nosso consumo recorde de álcool resulta em um grande crescimento do alcoolismo e em mortes: a bebida responde por 7,2% das mortes no Brasil enquanto a média mundial é menos que a metade disso.

Dentre as bebidas mais consumidas, o primeiro lugar vai para a cerveja (as 571 latinhas por brasileiro por ano…) e o segundo para as bebidas destiladas.

O alcoolismo no Brasil é preocupante por que aqui, entre as pessoas que admitem ter o hábito de beber, 30% reconhecem que se embriagam pelo menos uma vez na semana. Na Rússia, o país com mais casos de alcoolismo no mundo, o índice é de 21%…

Dá-lhe Brasil… por mais esse recorde negativo de alcoolismo Smiley triste

O bêbado acima, empurrando a bicicleta, ajuda a explicar porque o consumo excessivo de álcool é responsável por 7,2% das mortes no Brasil–o alcoolismo é um perigo para a própria pessoa e para as demais em volta.

Os números citados são fornecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*