Café da manhã é fonte de vida saudável e emagrece

Quando se acorda atrasado, restando poucos minutos para o banho e para chegar ao trabalho, é quase certo: a primeira coisa deixada de lado é o café da manhã. Esquecida ou completamente ignorada, a primeira refeição do dia merece ganhar um pouco mais de respeito. Afinal, o café da manhã garante mais disposição para o dia, com menos fome, evita algumas doenças e ainda pode emagrecer.

Se o café da manhã ainda não faz parte da sua vida, mude já. "Quando o corpo acorda, ele precisa de nutrientes. O metabolismo está baixo, e comer é uma forma de retomar o ritmo. Sem o café você corre o risco, até, de engordar", afirma Antônio Fiorot, nutrólogo.

Segundo o médico, incluir o desjejum na rotina garante um ganho metabólico de 10% a 12%. E sua falta pode provocar dores, mal estar, cansaço, irritabilidade e sobrepeso. Ele sugere pensar no café da manhã como uma obrigação. "O café seria como o despertador do metabolismo. Deve se tornar um hábito", alerta.

Se o tempo é curto, uma vitamina resolve. "O ideal é que leve leite, fruta e um cereal, como a granola", diz a nutricionista Mariana Herzog. Outra opção é deixar à mão um sanduíche pronto – de pão integral com queijo, por exemplo – e um iogurte. "É uma boa opção para crianças e adolescentes, que sempre inventam desculpas para não tomar o café", frisa Fiorot. E ressalta: o café da manhã pode mudar a vida de uma pessoa.

Café no leite pode atrapalhar mais que ajudar

A pesar de ser um energético natural, o café pode prejudicar o organismo na absorção de nutrientes quando tomado durante a refeição. Se o costume é bebê-lo logo pela manhã, segue uma dica: que seja o café em separado e após comer. O tradicional café com leite, por exemplo, não ajuda em nada.

"A bebida não vai fazer mal. Mas também não vai contribuir. Na verdade, a mistura atrapalha. É que o café carrega um fator antinutricional que reduz a absorção do cálcio que tem no leite", explica a nutricionista Mariana Herzog. O café ainda pode atrapalhar na absorção de outros nutrientes. "Por isso o ideal é bebê-lo em separado. Depois das refeições", completa Herzog.

Por esse e outros motivos há quem defenda a substituição da bebida pelos chás naturais. "Ajudam na prevenção e no controle de algumas doenças. Há estudos que comprovam o chá no combate ao diabetes, na redução do colesterol, no controle da pressão arterial e no auxílio do emagrecimento", defende a nutricionista.

Mas, apesar de preferir a bebida com as ervas, ela reconhece que o café também tem sua importância: "A cafeína é um estimulante natural, melhora o metabolismo e também ajuda no emagrecimento", explica Herzog.

Por que o café da manhã é tão importante?

Saiba algumas das consequências para quem não é adepto ao café da manhã mais completo

Distúrbio metabólico

Sem o café da manhã, o organismo reage na contramão do mentabolismo. Pela manhã, reduz o metabolismo e, assim, gasta parte do que está armazenado. Porém, quando chega o almoço e o jantar, o corpo, em vez de gastar os nutrientes consumidos, passa a armazená-los

Sobrepeso

Com a mudança do metabolismo e o armazenamento dos nutrientes nas refeições feitas durante o dia, há chances maiores de a pessoa desenvolver sobrepeso. E, dependendo do consumo e tipo de comida ingerida, aparece a obesidade

Processos inflamatórios

Com o metabolismo desregulado, as células do corpo, em diferentes órgãos, acabam sofrendo um risco maior de inflamações. Com o acúmulo dos nutrientes, também acabam sendo armazenadas no organismo toxinas. Esse acúmulo provoca as inflamações, com dores no corpo e sensação de cansaço

Queda de imunidade

A falta do café da manhã pode provocar a queda de imunidade, favorecendo ainda mais as inflamações. Além disso, o risco de doenças como gripe passam a ser mais frequentes e com sintomas mais fortes

Nervosismo

A alimentação incompleta favorece a irritabilidade e a inquietude. O nervosismo e o estresse atingem com mais facilidade quem está com baixa imunidade e com o corpo mais cansado

Déficit de atenção

Sem repor as energias logo pela manhã, a pessoa tende a ficar mais cansada e sonolenta no decorrer do dia, o que pode prejudicar o processo de aprendizagem, com baixo rendimento e dificuldade em prestar atenção

Hipoglicemia

Sem o café da manhã, a pessoa ainda corre o risco de sofrer de hipoglicemia no decorrer do dia. A falta de carboidrato no fígado reduz o nível de glicemia do organismo, podendo provocar até desmaios

Se for malhar, tome café antes e depois do exercício

Com o dia cada vez mais corrido, há quem prefira incluir os exercícios diários logo cedinho: um compromisso a menos, cumprido e riscado da agenda. Mas será que há algum café ideal para quem gosta de praticar esportes pela manhã?

A sugestão dos profissionais é não comer muito. E, principalmente, optar por alimentos leves e de rápida digestão. "Nada de leite, de queijo ou de iogurte. Podem ser até dois biscoitos ou duas torradas integrais, acompanhadas de geleia de fruta sem açúcar e aditivos químicos", diz a nutricionista Mariana Herzog Ramos.

Para não repetir o cardápio todos os dias , o nutrólogo Antônio Fiorot sugere sucos naturais ou a fruta crua. "Alimentos que ajudam a sair do desjejum dão energia para a atividade física e mantêm o organismo equillibrado", diz Mariana.

Depois do esporte, aí sim pode-se apreciar aquele café da manhã completo: com laticínios, cereais e frutas. Mas vale destacar: não vá a academia sem comer nada ou de barriga cheia. "Se não comer, você corre o risco de queimar músculos no lugar da gordura, e se exagerar o corpo vai dividir a atenção entre digerir e malhar", alerta o nutrólogo Antônio Fiorot.


Fonte: Gazetaonline, 25/04/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*