Calma, queda de cabelo tem solução

Pode até ser dos carecas que elas gostam mais; no entanto, o fato é cada vez menos homens estão ficando consolados com essa afirmação quando começam a perceber os primeiros sinais da queda de cabelo.

Se para os homens a queda de cabelo já é ruim, para as mulheres é uma tragédia total e não dá para se enganar: queda de cabelo afeta tanto homens quanto mulheres: nos homens se manifesta primeiro na zona frontal e nas mulheres é mais por igual com uma redução de volume e densidade por todo o cabelo.

E tem tanta gente preocupada com a queda do cabelo que surgiu uma indústria milionária (talvez bilionária) para oferecer soluções para o problema. Hoje já se pode dizer que uma pessoa só fica careca se quiser ou se a conta bancária não ajudar.

Para compreender as soluções para a queda de cabelo vamos antes ver as principais causas da queda do cabelo

As razões da queda do cabelo

  • hereditariedade
  • envelhecimento;
  • alterações hormonais;
  • certas doenças, graves ou não
  • febre;
  • quimioterapia e outros medicamentos do tipo
  • vitamina A em excesso;
  • lavagens ou uso de secador de cabelos em excesso;
  • estresse emocional ou físico;
  • hábitos nervosos como mexer nos cabelos continuamente ou friccionar o couro cabeludo; aduras;
  • radioterapia;
  • uso agressivo de pentes ou escovas de cabelo (diminuição do número de cabelos provocada pela própria pessoa ao puxá-los)
  • arrancar o cabelo;
  • Apesar de falarem que é dos carecas que elas gostam mais, a queda de cabelo deixa muito homem preocupadoQuando a queda do cabelo é irreversível

    Das razões acima, as irreversíveis são a hereditariedade e o envelhecimento.

    Nesse casos, a alternativa pode ser o transplante e mais comumente o implante capilar.

    Tanto no caso da quimioterapia quanto no da radioterapia a pessoa pode ter uma queda total do cabelo mas ao fim do tratamento eles voltam apenas algumas vezes menos densos e mais finos.

    Todas as outras razões acima listadas são casos temporários de queda de cabelo. Ao fim do motivo que está ocasionando a queda do cabelo eles voltarão a nascer normalmente. Na dúvida procure um dermatologista ou tricologista para apontar a causa.

     

     

    O transplante e o implante capilar

    Existe muita confusão entre os procedimentos acima:

    • só é possível fazer o transplante quando a pessoa ainda tem cabelos e com alguma densidade – é o próprio cabelo da pessoa que é tirado de um lugar mais abundante e transplantado para outro onde ele é mais escasso ou mesmo inexistente;
    • já o implante é a colocação de fios artificiais de cabelo na cabeça da pessoa.

     

    O transplante capilar

    A pessoa recebe uma anestesia local e as  unidades foliculares são colhidas de uma área doadora da parte de trás da cabeça com o formato de uma elipse de couro cabeludo. As bordas da incisão são aproximadas e fechadas e os cabelos crescem através da linha de sutura camuflando a fina cicatriz linear.

     

    O implante capilar

    São usadas agulhas especiais que produzem orifícios muito próximos uns dos outros, para receberem os enxertos.

    Começa-se implantando enxertos de um só cabelo, depois de dois cabelos, a seguir de três cabelos e por último de quatro cabelos. Desta colocação em crescendo ou aumento gradual no número de cabelos e no tamanho dos enxertos, resulta um "dégradé" que imita a naturalidade do cabelo.

    Em uma sessão (mega-sessão) podem ser colocados 6.000 fios de cabelo em apenas uma etapa.

     

    Tanto o transplante quanto o implante não são baratos e você não deve pensar em fazê-los se não dispuser de pelo menos uns R$ 5.000,00 em sua conta bancária.


    Fonte: divirta-se.uai.com.br, Kirna Mota Nascimento, 27/01/2011

    Leave a comment

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *