Câncer de próstata: gravidade e cura dependem de mutações

O câncer, incluindo o de próstata, não é uma doença única. Na verdade dá-se o nome de câncer as doenças que resultam da mutação de células, que deixam de exercer suas funções normais e passam a crescer descontroladamente, consumindo mais e mais recursos do organismo.

Tal como os demais, a gravidade e a possibilidade de cura do câncer de próstata depende das mutações que as células sofreram.

Uma recente pesquisa confirma: cientistas do Weill Cornell Medical College, nos Estados Unidos, descobriram que mutações secundárias determinam que alguns tipos de células cancerosas da próstata tornem-se letais.

Publicado na edição online da revista Genoma Research, o estudo liderado por Mark Rubin acredita que essa descoberta vai ajudar a desenvolver exames melhores para detectar a doença evitando que sejam feitas biópsias desnecessárias. Além disso, essa pesquisa ajudará também na criação de tratamentos mais específicos e personalizados para cada caso.

Como o câncer de próstata costuma ser identificado tardiamente, abre-se a possibilidade para o desenvolvimento de medicamentos que impeçam que mutações de genes que o tornem o câncer de próstata mais agressivo e resistente aos medicamentos.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*