Colesterol – Dicionário de Dieta

Em termos químicos, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas.

A maior parte do colesterol presente no corpo é sintetizada pelo próprio organismo, sendo uma pequena parte adquirida pela dieta ( cerca de 30%)

O colesterol pode ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis protéicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue.

Alimentos de origem vegetal não contêm colesterol e os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices no organismo.

O colesterol é insolúvel em água e, consequentemente, insolúvel no sangue. Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, levando à aterosclerose. As artérias ficam mais estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração é bloqueado ou reduzido, impedindo a passagem de oxigênio para o coração, o que pode levar a um ataque cardíaco. Por isso, uma dieta saudável é muito importante para a manutenção da saúde.

Alimentos como feijão, nozes, legumes e verduras apresentam um óleo vegetal rico em fitoesteróis, substâncias que ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no organismo.

 

O colesterol se acumula na parede das artérias, podendo causar um ataque cardíaco.

 


Fonte: Minhavida.com.br, 16/07/2010, adaptado

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*