Coluna vertebral e caixa torácica do corpo humano

A coluna vertebral que é o eixo central de nosso corpo,é formada por vértebras, ossos irregulares e dispostos em série. As vértebras têm orifícios centrais (forames vertebrais) que, por causa de sua disposição, resultam em um canal vertebral, abrigando e protegendo a medula espinal em seu interior. Em sua maioria, as vértebras possuem, entre elas, discos cartilaginosos, denominados discos intervertebrais espessos e fortes que ajudam a amortecer impactos do ato de caminhar e de outros movimentos.

A coluna vertebral, além de interligar cabeça e corpo, serve de apoio aos membros por meio das cinturas. A sua ligeira curvatura em forma de S é que possibilita a postura ereta do ser humano. Constituída por 33 vértebras, a coluna subdivide-se em: coluna cervical, torácica, lombar, sacral e coccígea.

coluna_vertebralA primeira região, com sete vértebras, forma o pescoço. Sua primeira vértebra (atlas) articula-se até a cabeça e permite seu movimento vertical; a segunda, áxis (=eixo), permite a movimentação lateral da cabeça (movimento de “não”).

A região torácica possui 12 vértebras e prende-se às costelas a lombar constitui-se de cinco vértebras, o mesmo número que a sacral; e a coccígea possui quatro vértebras. As vértebras sacrais e coccígeas são soldadas entre si, constituindo o osso sacro e o cóccix,respectivamente.

A caixa torácica protege vários órgãos (coração, pulmões, esôfago) e apresenta 12 pares de ossos alongados, as costelas.

Os sete primeiros pares são chamados costelas “verdadeiras” e estão ligados ao osso esterno por cartilagens. O esterno localiza-se na parte anterior e central do tórax e tem a forma de um punhal.

Os três pares de costelas seguintes têm sua cartilagem de união presa ao sétimo par e são denominadas costelas falsas.

Posicionamento das costelas no corpo humano

Posicionamento das costelas no corpo humano

Os dois últimos pares são as costelas “flutuantes”, pois não se interligam ao esterno de maneira nenhuma . Essa “armação” é movimentada pelos músculos intercostais e auxilia na respiração.

 Para que os membros se interliguem à coluna vertebral, há necessidade de apoio e resistência. Isso ocorre em regiões de estruturas fixas chamadas cinturas.

A cintura escapular liga os membros superiores ao tronco e é constituída pela escápula (omoplata) e pela clavícula . A clavícula é um osso alongado que pode ser sentido apalpando-se o ombro, próximo ao pescoço.

Já a escápuIa é um osso grande, plano e triangular que, apoiado à clavícula, articula-se com o úmero. Podemos sentir a escápula nas costas (as “asas”).