Conheça a lipoescultura também conhecida como lipoaspiração e veja se você deve fazê-la

A lipoescultura, também conhecida como lipoaspiração, é uma técnica cirúrgica empregada para eliminar depósitos de gordura de determinadas partes do corpo, incluindo bochechas e pescoço, os braços e mamas, o abdômen, as nádegas, os quadris e os músculos, os joelhos e os tornozelos.

A lipoescultura/ lipoaspiração não é um substituto da perda de peso, mas sim um método para retirar acúmulos de gordura localizada que não saem com dieta nem com exercícios.

A lipoescultura é o procedimento cirúrgico que melhora o contorno do corpo eliminando o excesso de gordura acumulados que se encontram entre a pele e o músculo. A lipoescultura consiste na utilização de um pequeno tubo de aço inoxidável, chamado cânula. A cânula que se usa na lipoescultura está conectada a uma bomba de sucção potente que absorve a gordura através de pequenas incisões que o cirurgião realizará na pele. O objetivo da lipoescultura é eliminar o excesso de depósitos de gordura, melhorar o contorno do corpo e a proporção e por último, melhorar sua imagem. Como acontece em toda cirurgia estética, o sucesso de uma lipoescultura depende de uma série de fatores individuais, tais como idade, elasticidade da pele, o peso e a saúde do paciente em geral.

A lipoescultura não é aconselhável para pessoas com um sistema imunológico debilitado, diabetes, problemas cardíacos ou nas artérias. O melhor candidato para submeter-se a uma cirurgia de lipoescultura é uma pessoa com um peso de não mais que 30% de seu peso ideal, com boa saúde, pele elástica, bom tônus muscular e que sofre com excesso de gordura localizado em alguma parte de seu corpo que não saem com dieta e exercícios. Por isto é que a lipoescultura não é um tratamento contra a obesidade, mas sim destinada a corrigir aquelas regiões do corpo em que persiste a gordura acumulada teimosa a dieta e exercícios.

Em algumas ocasiões a lipoescultura é complementar a outros procedimentos de cirurgia estética. A lipoescultura geralmente se realiza com anestesia local e sedação, mas em casos que se leva mais tempo, recorre-se a anestesia geral. A técnica de lipoescultura consiste essencialmente na aspiração da gordura por meio da introdução de uma pequena haste oca chamada cânula que está conectada a uma máquina de vácuo ou a uma seringa especial, dependendo do caso, e realizando inúmeros túneis na área previamente marcada. A lipoescultura sempre é realizada em uma sala de cirurgia.

Uma vez realizada a lipoescultura, utiliza-se uma bandagem compressiva ou uma atadura elástica de acordo com a área tratada. É normal que apareçam hematomas e inflamação dos tecidos na zona aspirada. Não se deve avaliar os resultados de uma lipoescultura antes que se tenha transcorrido um mínimo de três meses. Se a elasticidade cutânea já se encontrava diminuída, podem aparecer irregularidades ou pequenas depressões que possivelmente venham a requisitar correção adicional por meio de lipoesculturas seletivas e/ou injeções de gordura. As mulheres podem submeter-se a uma lipoescultura na região do queixo, nos quadris, nos músculos, no abdômen, debaixo dos braços e em volta da mama. Nos homens, as áreas que mais frequentemente são tratadas com a lipoescultura são o queixo e em volta dos quadris. A lipoescultura também pode ser empregada nos homens para reduzir o peito aumentado, condição conhecida como ginecomastia.

One thought on “Conheça a lipoescultura também conhecida como lipoaspiração e veja se você deve fazê-la

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*