Dieta do arroz – de inimigo a aliado do emagrecimento

Você já deve ter escutado falar que para emagrecer é fundamental cortar o arroz da dieta. Mas seguindo a dica dos sábios japoneses, que consomem o grão na maioria de suas refeições, a idéia é exatamente contrária. O grão, além de auxiliar no emagrecimento, é muito nutritivo e, de acordo com alguns especialistas, previne de uma grande quantidade de doenças.

Segunda a autora do livro A Dieta do Arroz (Editora JBC), Heloísa Bernardes, seguindo uma dieta balanceada e incluindo no cardápio receitas a base de arroz, é possível prevenir doenças como o Mal de Parkinson e a esclerose múltipla. Além disso, é possível ter uma pele mais bonita e jovem utilizando cosméticos à base de arroz. 

“O arroz é o único alimento que equilibra o sódio e o potássio no organismo, o que auxilia a eliminação de líquido”, explica a autora. Segundo Heloísa, o alimento é importante principalmente para pessoas hipertensas e gestantes, já que a retenção de líquidos é maior nesses casos. 

Mas Heloísa alerta que para ser medicinal o arroz deve ser muito bem mastigado. “Talvez o grande segredo para este alimento ser usado como remédio está na mastigação, já que ao envolver o arroz com a saliva, produzimos interferon, uma substância anti-cancerígena”, explica a autora. 

O arroz integral é ainda mais nutritivo. Devido às fibras, sua digestão é fácil. E ele também é rico em outros nutrientes. “Óxido de ferro, ácido fosfórico potássio, magnésio, manganês, sais de cálcio, enxofre, são alguns exemplos do poder nutricional do arroz integral”, afirma Heloísa. 

 Arroz, de inimigo a grande aliado da dieta

 

Curiosidades sobre o arroz

Segundo Heloísa, o arroz deu origem à tradição cosmética do oriente quando atores de ópera e teatro oriental passaram a utilizá-lo na preparação de suas máscaras. Daí surgiu o nome pó de arroz, que até hoje é utilizado em bases de uso cosmético e maquiagens que dão uniformidade à pele. 

No Japão, o arroz é a base de máscaras para clarear e hidratar a pele. “Pela sua quantidade de ácido ferrúlico ele apresenta um potencial clareamento das manchas”, explica a autora. 


Fonte: .jcorreio.com.br, 10/07/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*