Digestão – Dicionário de dietas

Trata-se do conjunto das transformações, mecânicas e químicas, que os alimentos sofrem ao longo de um sistema digestivo, para se converterem em compostos menores que serão absorvidos pelo organismo. O organismo leva, em média, quatro horas para fazer a digestão dos alimentos.

Quando o alimento é levado à boca, com a ação mecânica dos dentes (mastigação) e da ptialina (enzima contida na saliva),(ação química sobre o amido), transforma-se em bolo alimentar.

O bolo alimentar passa da faringe para o estômago, através dos movimentos peristálticos(tecido muscular liso) no esôfago, continuando a sofrer a ação da saliva. Ao chegar ao estômago, o bolo alimentar terá sofrido a ação mecânica dos movimentos peristálticos no esôfago, e passará a sofrer a ação química do suco gástrico (que contem pepsina), transformando-se em quimo.

O processo de digestão no corpo humano O quimo segue então para a região pilórica, atravessa o duodeno onde recebe os sucos intestinais e o suco pancreático que, com a ajuda de enzimas, decomporão ainda mais a massa alimentar, transformando-a em quilo, que entra no intestino delgado.

Aqui, pelo efeito dos movimentos peristálticos do intestino, o quilo vai sendo empurrado em direcção ao intestino grosso, enquanto vai ocorrendo a absorção dos nutrientes, com a ajuda das vilosidades intestinais. A parte que não é aproveitada do quilo é, finalmente, evacuada pelo ânus sob a forma de fezes.

Alimentos mal digeridos vão se acumulando e se transformando em gordura. As gorduras são os nutrientes com maior dificuldade de digestão e que, de maneira geral, alimentos ricos em carboidratos, como arroz, massas, pães, frutas e legumes, são digeridos mais facilmente.

 

 


Fonte: Minhavida.com.br, 16/07/2010, adaptado

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*