Doença de Crohn pode ser tratada por fibra de bananeira, diz estudo

Pesquisadores da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, afirmam ter descoberto que fibras solúveis encontradas em um tipo de bananeira podem ser utilizadas no tratamento da doença de Crohn – que causa inflamação intestinal, dor, sangramento e diarréia.

Segundo a universidade, os cientistas trabalham agora com uma empresa de biotecnologia para criar novos produtos comestíveis baseados na planta e tentam descobrir como utilizá-los no tratamento.

Pesquisas anteriores indicaram que pessoas que sofrem da doença têm aumento na quantidade de um tipo da bactéria E. coli, que penetra no intestino pelas chamadas "células M". O novo estudo afirma que a fibra da bananeira impede que a E. coli utilize as células M.

Os cientistas ainda compararam o efeito da fibra com um medicamento utilizado no tratamento da doença. Segundo a universidade, eles descobriram que o remédio tem efeito oposto, ajudando na invasão da bactéria.

"A doença de Crohn afeta pessoas em todo o mundo (segundo a universidade, uma em cada 800 pessoas sofreu desse mal no Reino Unido), mas é muito mais comum em países desenvolvidos, nos quais dietas com pouca fibra e alimentos processados são comuns. Ocorreu um rápido acréscimo da incidência da doença no Japão, por exemplo, o qual agora tem mais da dieta ocidental de comida processada. Fatores de dieta e o acréscimo no número de E. coli no intestino dos pacientes com a doença de Crohn sugerem deve haver um link entre a comida que ingerimos e o transporte da bactéria para o corpo", diz o professor Jon Rhodes, em nota divulgada pela universidade.

"Nosso trabalho sugere que pode ser importante para pacientes nessa condição comer de maneira saudável e limitar a ingestão de comida processada", diz o pesquisador Barry Campbell, também da Universidade de Liverpool.


noticias.terra.com.br, 26/08/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*