Emagrecer e perder peso não são a mesma coisa, inclusive você pode emagrecer sem perder peso

A gordura do organismo é essencial para várias funções vitais como síntese de hormônios, reserva de energia, isolamento térmico, transmissão de impulsos nervosos, proteção de órgãos vitais e transporte de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K). Entretanto, o excesso de gordura corporal está associado a muitas patologias como diabetes, hipertensão arterial, alterações de colesterol, distúrbios respiratórios, desvios posturais, dores de coluna, diversas cardiopatias a alguns tipos de câncer, além da própria discriminação social.

A massa magra corresponde aos músculos, ossos e vísceras, sendo que a musculatura é a principal responsável pela queima de calorias no seu organismo. Portanto, quanto maior for a massa magra, mais calorias se queimarão em repouso e, consequentemente, maior deverá ser a ingestão calórica.

A musculatura pode ser desenvolvida e trabalhada através do estímulo de exercícios físicos, auxiliando no emagrecimento e evitando a flacidez. A massa magra baixa pode estar associada ao sedentarismo e a uma alimentação inadequada. A água no organismo é importante para a troca de calor com o meio ambiente. Facilita as reações químicas para a obtenção de energia e é o principal componente do sangue. A desidratação pode ser causada por medicação diurética inadequada, consumo excessivo de álcool, exercícios físicos intensos ou reposição hídrica inadequada em repouso ou durante atividade física. O consumo de líquidos deve ocorrer independentemente da sede, principalmente durante e após atividade física e em dias quentes.

O Índice de massa corpórea é um dos utilizados para determinar se o peso do adulto está apropriado à sua altura. Este índice leva em conta as diferenças na composição do corpo, definindo o nível de adiposidade de acordo com a relação Peso / Altura (elevada ao quadrado). IMC = Peso / Altura2:

IMC Situação

  • Abaixo de 19: Desnutrido;
  • Entre 20 e 24: Eutrófico ou normal;
  • Entre 25 e 30: Sobrepeso;
  • Acima de 30: Obesidade;
  • Acima de 40: Obesidade mórbida

A partir destas informações, pode-se definir que EMAGRECER significa a redução do tecido adiposo corporal, sem prejudicar a massa magra e a hidratação corporal. Isso só acontece quando existe uma alimentação hipocalórica e nutricionalmente equilibrada. PERDER PESO significa uma redução no peso bruto corporal. Ou seja, redução da massa magra e da quantidade de líquido corporal. Isto pode acontecer em decorrência de uma alimentação desequilibrada, que priva o corpo dos nutrientes necessários e compromete a integridade muscular – ou pode acontecer, ainda, por um estresse físico, decorrente de alguma patologia.

 Nem sempre a redução dos números – na balança – reflete uma redução de peso saudável, ou seja, um emagrecimento saudável. Mal estar, pele ressecada, irritabilidade, menor capacidade intelectual, podem ser alguns sintomas de perda de peso. Busque atitudes saudáveis para que a sua redução de peso não comprometa a sua massa muscular, pois isso garante o bem estar e facilita, em sequência, a sua manutenção de peso. Procure um nutricionista e faça exercícios físicos, respeitando o limite do corpo.

 


Fonte: ExpressoMT, 14/02/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*