Escovar os dentes, previne doença cardíaca, diz estudo

As pessoas que não lavam os dentes pelo menos duas vezes por dia correm mais riscos de ter doenças cardíacas coração. A revelação é de um estudo escocês, que analisou mais de 11 mil adultos.

Já era conhecido que a inflamação no corpo, incluindo na boca e gengivas, tem um papel importante na coagulação das artérias, que podem levar a um ataque cardíaco. Mas é a primeira vez que a frequência com que se lava os dentes surge relacionada com o risco de desenvolver doenças cardíacas.

O estudo, publicado pelo British Medical Journal e citado pela BBC, analisou comportamentos diários, como fumar, atividade física e saúde oral.

Os participantes responderam a questões como quantas vezes vão ao dentista e com que frequência lavam os dentes.

Seis em cada 10 inquiridos disseram visitar o dentista a cada seis meses e sete em cada 10 afirmaram lavar os dentes duas vezes por dia.

Durante os oito anos de estudo, houve 555 episódios cardiovasculares, tais como ataques cardíacos, dos quais 170 foram fatais.

Tendo em conta os fatores que afetam o risco de doença cardíaca, tais como classe social, obesidade, tabagismo e história familiar, os investigadores descobriram que quem escova os dentes menos duas vezes por dia tem 70% mais hipóteses de vir a desenvolver uma doença cardíaca.

Quem tem uma má higiene oral acusou também positivo nas análises de sangue para proteínas, sugestivas da existência de inflamação.

Os investigadores consideram, no entanto, que são necessárias mais pesquisas para confirmar se uma saúde oral deficiente causa diretamente doenças do coração ou se é um fator de risco.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*