Evite parar de perder peso quando faz dieta

Quando começamos uma dieta, após alguns dias, ficamos animados com os rápidos resultados obtidos na balança: a descida do ponteiro nos dá uma disposição extra para continuar com a dieta.

Mas, “estranhamente”, após algumas semanas de dieta, o ponteiro para de descer e gradualmente vamos perdendo nossa disposição para continuar a dieta e, quem sabe, fazer uma reeducação alimentar.

Essa queda ou parada total na redução do ritmo com que perdemos peso é comum, tem vários nomes (“metabolic slowdown”, efeito platô, etc), mas poucas dietas levam ela em conta. O resultado é a grande quantidade de pessoas que abandonam  dietas pela metade, quando estariam bem próximos de chegarem a meta da redução do peso.

Evitar essa queda na redução do ritmo com que perdemos peso não é difícil – mostraremos como você mesmo pode fazer isso e… consumindo mais calorias !

Entenda a redução do ritmo em perder peso: o corpo humano é o mesmo de milhares de anos atrás

Vivemos em uma época em que nunca houve tantos alimentos disponíveis para o ser humano embora, pela má distribuição de riquezas, existam milhões de pessoas passando fome.

Em alguns países ricos o problema não é mais como evitar a fome e sim como evitar que grande parte da população esteja acima do peso e aumente os custos com a saúde. Isso vem ocorrendo nos Estados Unidos, em grande parte da Europa e também no Brasil, com as pessoas de maior poder aquisitivo.

No entanto essa fartura de alimentos é algo novo na história da humanidade, não chega a ter sessenta anos, se tanto. Durante milhares de anos o ser humano sofria de escassez e incerteza sobre se teria no dia seguinte os alimentos que necessitava para sobreviver.

Embora nosso organismo seja o mesmo de milhares de anos atrás, a mudança de hábitos alimentares está levando grande parte da população mundial a engordar e fazer dietas para perder pesoA fome era uma companheira constante do ser humano – em invernos prolongados faltavam alimentos, nem sempre se conseguia obter caça, pragas da lavoura poderiam significar uma condenação a morte para centenas de pessoas.

Durante esses milhares de anos o organismo do ser humano foi se adaptando para lidar com esses constantes períodos de fome. A adaptação encontrada pelo organismo para sobreviver foi reduzir a taxa metabólica quando havia falta de calorias na dieta.

E é exatamente isso que ocorre quando fazemos uma dieta por tempo prolongado: como a ingestão de calorias diminui, nosso organismo “imagina” que está enfrentando um período de fome e reduz automaticamente nossa taxa metabólica. E a consequência é que paramos de perder peso.

Esse fenômeno orgânico não pode ser controlado por nós mas ele pode ser manipulado a nosso favor.

Enganando o organismo para continuar a perder peso com uma dieta

Embora o organismo reduza a taxa metabólica quando percebe uma diminuição das calorias ingeridas, esse fenômeno ocorre com muito menos intensidade quando ocorre uma flutuação no consumo diário de calorias.

Então, para driblar nosso organismo para que continuemos a perder peso mesmo após uma dieta prolongada, a solução é variar o consumo diário de calorias.

A título de exemplo, vamos imaginar uma pessoa que queira perder peso.

  1. para manter seu peso atual ela precisa de 2.000 calorias diárias;
  2. como ela quer perder peso precisa consumir menos de 2.000 calorias por dia – sua meta então é consumir 1.500 calorias diárias:

Se todo dia ela realmente consumir em torno das 1.500 calorias diárias, em algum momento da sua dieta o organismo vai perceber e irá reduzir de forma automática a taxa metabólica dela, diminuindo a perda de peso.

Para evitar isso ela precisa variar o consumo de calorias durante a semana:

  • 1.500 calorias por dia representam 10.500 calorias por semana;

Ela poderia adotar uma dieta da seguinte forma:

  • Segunda: 1.400 calorias
  • Terça: 1.390
  • Quarta: 1.700
  • Quinta: 1.380
  • Sexta: 1.350
  • Sábado: 1.380
  • Domingo: 1.900

O resultado são as mesmas 10.500 calorias semanais, mais consumidas de um modo que o organismo não irá reduzir a taxa metabólica e limitar o processo de perder peso. E com a possibilidade de comer uma pizza no fim de semana, sem remorso.

 

Independente de qual for a dieta ( e existem milhares delas…) se não se flutuar o consumo diário de calorias o organismo irá reduzir a taxa metabólica e reduzir a perda de peso. Um dos critérios para se julgar se uma dieta é adequada ou não deve necessariamente verificar se ela preconiza uma variação no consumo de calorias.

Boa perda de peso com essa dica!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*