Excesso de peso e cigarro contribuem para o envelhecimento precoce

Que os raios solares são prejudiciais à saúde da pele e ajudam no envelhecimento não é nenhuma novidade. Mas você sabia que pesquisas científicas comprovaram que o cigarro e o excesso de peso também são fatores que contribuem para o envelhecimento precoce de todo o nosso organismo, não só da pele?

Para começar, nitidamente, o fumo contribui para a perda do viço, da hidratação, da firmeza e da sustentação da cútis. A nicotina é um vilão para o colágeno da pele, importante para beleza e saúde do rosto.

Além disso, experiências constataram que mulheres obesas e fumantes são biologicamente mais velhas do que as mulheres com a mesma idade, magras e que não fumam. O cigarro e a gordura sempre estiveram associados a várias doenças de risco e agora também são os vilões quando o assunto é o envelhecimento do corpo inteiro.

O fumo e a obesidade estão relacionados ao encurtamento dos telômeros, que são responsáveis pela proteção do DNA. A diminuição dos telômeros, que ocorre naturalmente com a idade, é acelerada por esses maus hábitos, que favorecem o aparecimento de doenças da velhice. Por exemplo, uma pessoa que fumou um maço de cigarros por dia, durante 40 anos, acelerou o seu processo de envelhecimento em 7,4 anos, de acordo com o tamanho dos telômeros.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*