Ginecomastia pode ocorrer devido ao uso ou não de anabolizantes

A Ginecomastia é o desenvolvimento de glândulas mamárias excessivamente grandes nos homens, resultando no aumento do peito, que algumas vezes pode provocar a secreção de leite (galactorreia).

Pode ocorrer em um ou em ambos peitorais; usualmente, manifesta-se por uma coceira persistente e o aparecimento de um nódulo logo abaixo do mamilo. Em adolescentes a ginecomastia é geralmente fonte de um desconforto psicológico, porém na grande maioria de garotos a ginecomastia é decorrente de obesidade e o desenvolvimento das mamas diminui ou desaparece em alguns anos.

As causas da Ginecomastia são incertas, porém ela é geralmente atribuída ao desequilíbrio de hormônios sexuais. A proeminência da mama pode resultar em hipertrofia do tecido do peito e adiposidade na região, sendo tipicamente uma combinação dos dois. A proeminência da mama causada somente pelo excesso de tecido adiposo é geralmente chamado de lipomastia.

A Ginecomastia também pode ser desenvolvida por usuários de esteróides anabólicos, especialmente por aqueles que utilizam esteróides mais androgênicos. Ocorre que estes são os mais suscetíveis à aromatização e a ginecomastia é um dos efeitos da aromatização. Às vezes, este processo é tão saliente que o nódulo formado abaixo do mamilo começa a atrair qualquer gordura existente em volta, aumentando ainda mais a saliência.

A foto da esquerda é um caso de ginecomastia enquanto a da direita não

Muitos casos de Ginecomastia são idiopáticos, o que significa que não têm causa clara. As causas patológicas potenciais da Ginecomastia são:

● Medicamentos incluindo hormônios (Anabolizantes)
● Elevação no estrogênio sérico
● Diminuição na produção de testosterona
● Defeitos no receptor de andrógenos
● Doença crônica nos rins
● Doença crônica no fígado
● AIDS e outras doenças crônicas

Tratamento da Ginecomastia

A melhor forma de tratar a ginecomastia é evitar que ela apareça. Citrato de tamoxifeno (NOLVADEX) é um antagonista de estrógenos que trabalha bloqueando os receptores de estrógenos, sendo o medicamento mais utilizado entre os usuários de esteróides anabólicos. O citrato de tamoxifeno é usado principalmente para tratar câncer de mama em mulheres. Este medicamento pode causar a redução parcial da ginecomastia. Como lado negativo, o uso de NOLVADEX vem sendo relacionado com o desenvolvimento de câncer de fígado e uterino em mulheres que se servem dele por lon­go período.

A melhor forma de evitar a ginecomastia é não utilizar esteróides anabólicos, mas, se isto for inevitável, o melhor é utilizar aqueles que pouco aromatizam, ou seja, os menos androgênicos. Em caso de persistência, a ginecomastia pode ser removida cirurgicamente.

Como utilizar o Tamoxifeno para prevenir Ginecomastia em ciclos?

Não é uma proteção 100% segura, pois depende da droga, pois alguns esteróides simplesmente não aromatizam como no caso da Trenbolona (Finaplix), porém pode causar um outro tipo de ginecomastia, a de origem prostogênica, depende também da dosagem, o tempo de uso e claro a disposição genética de cada um.

É normalmente utilizando em dosagens que variam de 10-40mg/dia conforme os fatores acima citados.


Fonte: planetadocorpo.blogspot.com,

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*