Glucosamina, suplemento alimentar ainda pouco conhecido que vem conquistando seu espaço

Um suplemento pouco conhecido entre os praticantes de musculação, que vem cada vez mais conquistando o seu lugar é a glucosamina. Aparentemente ela mostra ser um suplemento caro, mas necessário. A glucosamina foi feita para pessoas ativas que acumulam muito estresse nas juntas e articulações como os fisiculturistas e esportistas.

Com o tempo as articulações vão perdendo a rigidez, daí começam a surgir às dores e reações. A glucosamina atua diretamente nas partes mole da articulação, que são os tendões e ligamentos. E é indicada também para as pessoas que desejam manter a flexibilidade em todo o seu corpo.

A composição de quase toda glucosamina é: Colágeno, maltodextrina, cartilagem de tubarão, vitamina C, aroma natural de frutas vermelhas, corante natural de beterraba, acidulante ácido cítrico, edulcorantes artificiais sucralose e acessulfame K. Para fortalecer suas articulações proporcionando uma melhor sustentação nos exercícios de seu treino.



Em geral, quase todos os atletas e praticantes de atividades físicas tendem a usar excessivamente algumas juntas como os ombros, tornozelos, cotovelos e joelhos. Frequentemente esse uso excessivo causa dores que prejudicam a performance podendo ate mesmo interromper o seu treino.

Uso da glucosamina

Uma dose típica de sal glucosamina é de 1.500 mg por dia. Glucosamina contém um grupo amino que é positivamente carregada em pH fisiológico. O ânion incluído no sal pode variar. A quantidade de glucosamina presentes em 1500 mg de sal glucosamina dependerá de que ânions presentes e se sais adicionais são incluídos no cálculo do fabricante. Glucosamina e condroitina são “candidatos aparentemente ruim para [transdérmica através da absorção de pele]“, mas da glucosamina metabólito N-acetil-D-glucosamina (NAG) parece ser um melhor candidato. A capacidade de NAG a permear a pele é aumentada pelo etanol e dimetil sulfóxido (DMSO). DMSO é usado para ajudar a entregar medicamentos em cuidados veterinários. A glucosamina é um medicamento alternativo popular utilizado pelos consumidores para o tratamento da osteoartrite. A glucosamina é também amplamente utilizado na medicina veterinária como um suplemento não regulamentada, mas amplamente aceita.

Foto de pote de gluosamina

A glucosamina atua em tendões e ligamentos ajudando a curá-los.

Contra-indicações da glucosamina

Alergia – Uma vez que a glucosamina é geralmente derivada de conchas de moluscos, enquanto o alérgeno estiver dentro da carne dos animais, é provavelmente seguro, mesmo para aqueles com alergia a crustáceos. Fontes alternativas através da fermentação de fungos do milho estão disponíveis. Suplementos alimentares e seus ingredientes não são tão de perto como os medicamentos são regulamentados. Alguns produtos vendidos comercialmente suplemento de glucosamina têm ingredientes regulamentada acrescentado, tais como skullcap chinês, além do mais típico de condroitina, MSM e corantes. Alérgicas e outras reações podem muito bem ser a estes outros ingredientes e não o molusco.



Outra preocupação foi que a glucosamina extra poderia contribuir para a diabetes, por interferir com a regulação normal da via de biossíntese hexosamina, mas várias investigações não encontraram nenhuma evidência de que isso ocorre.

Efeitos na saúde da glucosamina

Uma vez que a glucosamina é um precursor de glicosaminoglicanos e glicosaminoglicanos são um importante componente da cartilagem das articulações, a glucosamina suplementar pode ajudar a prevenir a degeneração da cartilagem e tratar a artrite. Seu uso como terapia para osteoartrite parece segura, mas não há evidências conflitantes quanto à sua eficácia.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*