Hemogenin, o único anabolizante ligado ao câncer até agora…

A realização do sonho de ver os músculos ficarem “gigantes” podem ter um alto custo para sua saúde se o meio de concretizá-lo for através do hemogenin, o único anabolizante que tem sua ligação com câncer de fígado comprovada. Sem contar que após os primeiros dias de uso alguns atletas começam a sentir uma dor de cabeça enorme, consequência do súbito aumento de pressão.

A Oximetolona, que é a substância presente nesses comprimidos, é derivativa da Dihidrotestosterona, e é comercializada no Brasil sob o nome de Hemogenin, e nos Estados Unidos o nome é Anadrol 50, sendo um dos anabolizantes mais consumidos por lá. Os norte-americanos o adoram, e não é a toa. Uma pílula contem 50 miligramas da droga, enquanto que o Dianabol, outro dos esteróides mais procurados, apresenta somente 5 miligramas de sua droga, a Metandrostenolona. Ou seja, você precisa ingerir dez comprimidos de Dianabol para ter o efeito de um de Oximetolona, por aí podemos ter uma idéia da potência da droga.

Surgiu em 1960, com o objetivo de combater casos severos de anemia, e vinha dando certo, até que, com a comprovação de seus efeitos colaterais, outras drogas como o Epogen, menos danosos a saúde, acabaram por superá-la.

Esse anabolizante também estimula substancialmente a capacidade de oxigenação dos músculos, que faz com que o usuário aumente a intensidade e a frequência de seus treinamentos sem demonstrar nenhum sintoma de desgaste físico (Overtraining ).

Hemogenin, o único anabolizante com ligação comprovada com o câncer de fígado

Não são raros os casos de atletas que ganham de 5 a 10 Kg em até vinte dias, embora muito desse peso seja consequência do grande aumento de retenção de água, o que não faz dessa substância uma escolha inteligente para indivíduos que estejam muito preocupados com a aparência definida de seu físico.

Apesar das “qualidades”, a Oximetolona talvez seja a mais nociva das drogas anabólicas. Faz parte dos C-17, e após algumas semanas de uso, principalmente quando se excede a margem de segurança de seis semanas, exames já mostrarão alterações significativas nos valores das enzimas hepáticas. Embora seja bastante androgênica, não aromatiza, mas por fazer parte do grupo das progestinas, possui grande afinidade com a Progesterona, que é outro dos hormônios femininos, e podem aparecer sintomas semelhantes a aromatização, e que não poderão ser evitados com o uso de drogas anti-aromatizantes ou anti-estrogênicas, já que a origem do problema não está no Estrogênio.

Outro grande problema está no rápido decréscimo dos ganhos obtidos, o que torna necessário que se continue com outro tipo de anabolizante durante um tempo a fim de restringir essas perdas. E isso só torna sua utilização ainda mais perigosa.

Ao contrário da sensação de bem estar proporcionada por alguns anabolizantes, esse esteróide, após o término de sua utilização, costuma causar uma sensação de grande irritabilidade, resultado do brusco aumento androgênico. Esse mesmo fator pode causar a diminuição e até o fim da produção de Testosterona natural, o que vai exigir a aplicação de Gonadotrofina, Gonadorrelina ou Clomifeno para que haja sua restauração.

Ou seja, passe longe do Hemogenin pois as consequências para sua saúde podem ser terríveis

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*