Hipertensão arterial, doença neglicenciada mas que mata

Pressão alta é a causa subjacente de uma em cada seis mortes nos Estados Unidos, mas muitos americanos não sabem que sofrem do problema e os médicos são lenientes em relação ao seu tratamento, segundo um novo relatório do Instituto de Medicina, que chama a hipertensão de uma "doença negligenciada."

O relatório, divulgado na semana passada, pede medidas de saúde pública para a prevenção da hipertensão na população, expandindo o acesso a frutas e vegetais ricos em potássio – que ajudam a manter a pressão sanguínea controlada -, reduzindo o conteúdo de sal em alimentos industrializados e facilitando a incorporação de atividades físicas na rotina das pessoas.

"As pessoas querem se exercitar, mas não possuem locais para caminhar ou andar de bicicleta¿, disse o doutor David Fleming, presidente do comitê que escreveu o relatório e comissário de saúde de Seattle e do condado de King. Elas querem comer alimentos mais saudáveis, mas o mercado da esquina não possui produtos frescos."

Ele disse que os médicos também precisam ser mais agressivos no tratamento da hipertensão, que é relativamente simples de diagnosticar e tratar. Eles muitas vezes são lenientes no tratamento da hipertensão leve, especialmente em idosos que têm muitos outros problemas médicos, segundo Fleming. Como resultado, mesmo as pessoas que vão ao médico regularmente muitas vezes não sabem que são hipertensas e não recebem tratamento.

Fonte: New York Times, 04/03/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*