Libido, redução normal depois dos 40 e como evitá-la

Todos os homens a partir dos quarenta anos começam a sofrer uma redução gradativa da libido que pode, em alguns casos, comprometer a vida sexual. A redução da libido é normal está associada a uma redução gradativa da produção de testosterona, em torno de 1% ao ano.

A redução da libido devido a queda da produção de testosterona pode  resultar na DAEM – Disfunção Androgênica do Envelhecimento Masculino – em alguns homens. Essa disfunção é caracterizada por uma série de sintomas físicos (redução da massa muscular e dos pelos), psíquicos (diminuição do bem-estar, depressão, fadiga) e sexuais (diminuição da libido e disfunções erétil e de ejaculação).

Não basta o homem apresentar um sintoma para ele automaticamente estar com essa disfunção: somente o conjunto desses sintomas pode ser considerado DAEM. E nem todos os homens passam ela, ao contrário da menopausa nas mulheres: alguns apresentam somente a queda da taxa de hormônio. Outros, somente os sintomas clínicos.

Para os homens que estão passando pela disfunção existem maneiras de evitá-la. Pode-se fazer a reposição hormonal da testosterona por via oral ou intramuscular além de poder ser usado géis ou adesivos.

A reposição hormonal por meio de injeção tem um alto custo e longa duração. O procedimento deve ser repetido a cada três meses e acompanhado por um médico a cada seis meses ou um ano. Esse acompanhamento é fundamental para prevenir o câncer de próstata. A testosterona induz o câncer a se desenvolver, principalmente em pacientes com predisposição à doença.

Redução da libido em homens a partir dos 40 anos é normal, mas pode evoluir para uma disfunção que, felizmente, pode sert tratada


Fonte: expressomt.com.br, 21/02/2011

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*