Lipo light ou mini lipo, a lipoaspiração para pequenas regiões

A lipo light ou mini lipo modela pequenas imperfeições do corpo.Pequenas regiões do corpo que retém gordura localizada também podem ser tratadas com lipoaspiração, melhor, com uma mini lipoaspiração. É a técnica conhecida como lipo light ou mini-lipo.

O queixo, a parte interna dos joelhos, região pequena do culote e abdômen são exemplos da aplicação. É menos dolorida e na comparação deixa poucos hematomas. A recuperação torna-se curta.

O diferencial é o tratamento de pequenos volumes de gordura. O que limita a lipo light é a quantidade de anestésico que pode ser utilizado.

Aplica-se anestesia local na área que se deseja tratar, seguido de ultra-som externo por 5-10 minutos. O ultra-som promove a destruição das células de gordura, que após são aspiradas por cânulas finas. É comum um inchaço nos primeiros cinco dias. Por isso ainda recomenda-se a realização de drenagem linfática. O resultado é a modelagem e o aperfeiçoamento do contorno corporal em áreas restritas. Em muitos casos, é possível voltar às atividades normais no dia seguinte.

O investimento equivale a 30% do valor de uma lipoaspiração. Com avaliação médica, pode-se optar por fazer várias lipo light no lugar de um único procedimento convencional. No Brasil, a lipo light é realizada desde 2002. Os riscos são mínimos, desde que seja bem realizada e o paciente siga corretamente todas as recomendações médicas após a operação. É importante pesquisar a respeito do médico que fará a cirurgia, de sua formação e especialidade.

A lipo light ou mini-lipo é o procedimento que trata gorduras localizadas e seu procedimento é realizado no consultório, sob anestesia local. Na lipo light retira-se pouca quantidade de gordura de uma pequena área do corpo.

Na lipoaspiração tradicional trabalha-se grandes depósitos de gordura em um tempo cirúrgico, em hospital sob anestesia peridural. Já na lipoescultura aproveita-se a gordura do próprio paciente que foi retirada de uma determinada região e recoloca-se (enxerta-se) nos locais em que há falta. Por exemplo, nas nádegas.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*