Medicina preventiva anti-aging ajuda no emagrecimento

Medicina Preventiva Anti-aging é uma nova especialização mundial que entra para detectar, prevenir, curar ou reverter o processo do envelhecimento, e as conseqüentes doenças relacionadas, como o aumento do peso, por exemplo. É uma nova e profunda quebra de paradigma na maneira de se tratar as doenças humanas. Um dos benefícios dos tratamentos da Medicina Preventiva Anti-Aging é a promoção do emagrecimento saudável, através do equilíbrio geral do corpo e do sistema nervoso.

“Exames de sangue para detectar baixos níveis de determinados hormônios ou excesso deles, colesterol alto, análise dos hormônios da tireóide, o testosterona, estrogênio, melatonina, quantidade de nutrientes no sistema sanguíneo, tudo isso faz parte do dia-a-dia da medicina preventiva anti-aging, baseada especificamente na detecção precoce de doenças, prevenção do envelhecimento e tratamentos de emagrecimento, bem estar e rejuvenescimento”, explica Dr. Ricardo Vallejos, diretor médico da Clínica RenuLife, Geriatra com experiência em medicina anti-aging e membro da World Society Of Anti-Aging Medicine (França) e World Academy of Anti-Aging Medicine (EUA) e membro da Sociedade Longevidade Saudável (Brasil).

Segundo ele, 90% das doenças em adultos são conseqüência do processo de degeneração causado pelo envelhecimento. “Isso inclui tanto as condições estéticas como aumento de peso, rugas e sulcos, como doenças do coração, cânceres, diabetes, obesidade, stress crônico, pressão alta, osteoporose, doenças auto-imunes, glaucoma e o Alzheimer”, completa. E é aí que entra a Medicina Preventiva Anti-Aging e os tratamentos oferecidos em clínicas como a RenuLife, uma das pioneiras no Brasil, filiada ao The New York Institute for Preventive Medicine e ao Salerno Center, do famoso Dr. John Salerno, de Nova York, especialista que trabalhou com o famoso do Dr. Atkins (Atkins Center). Nos EUA, a prática já é reconhecida e utilizada por um público que acredita que a prevenção é o melhor remédio.

Tudo começa a partir dos trinta anos, quando homens e mulheres passam a sentir dificuldade em perder peso, diminuem a disposição e energia para se exercitar, perdem a capacidade funcional corporal e a imunidade. “Todos nós sabemos que é realmente muito difícil manter a linha e a aparência jovem, sem os exercícios físicos. Porém, com o passar do tempo, é preciso um empurrãozinho na energia para seguir um programa de emagrecimento e é exatamente isso que a Medicina Preventiva Anti-Aging faz”, defende apresentadora Solange Frazão, uma das adepta a nova especialização médica.

As regras gerais da dieta Anti-aging são: baixo consumo de colorias e gorduras saturadas, consumo de produtos integrais, óleo de peixe, frutas frescas e vegetais; diminuir o consumo de sal e açúcar. Além disso, existem alguns alimentos importantes a serem incluídos em uma dieta saudável. Estar 5-10% abaixo do peso ideal é uma boa meta para um peso anti-idade.

Veja alguns alimentos recomendados pela dieta anti-aging:

Abacate: Boa fonte de vitamina E e gordura mono-insaturada, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim e pode manter a pele saudável e prevenir o envelhecimento precoce. Vitamina E também previne os calores repentinos da menopausa. Também é rico em potássio que previne a retenção de líquidos e controla a pressão arterial.

Frutas vermelhas: Todas as frutas vermelhas como mirtilho, amoras e uvas vermelhas contém fito químicos conhecidos como flavonóides, poderosos anti-oxidantes que protegem o corpo contra os estragos causados pelos radicais livres, causadores do envelhecimento.

Brócolis e Couve-flor: A família de vegetais de caule inclui o repolho, a couve-flor, brócolis, couve de Bruxelas, nabo, rabanete. Esses vegetais ajudam o corpo a lutar contra toxinas. O consumo deve ser de 100 g de qualquer um dos vegetais diariamente. Se possível, o melhor é comê-los crus ou levemente cozidos, para manter as enzimas importantes do alimento.

Alho: Diversas pesquisas mostram que comer um dente de alho por dia (cru ou cozido) ajuda a proteger o corpo contra o câncer e as doenças cardíacas. Um dos estudos, de 1994, realizado em Iowa, EUA, com 41,837 mulheres, de idades entre 55 e 69, mostraram que aquelas que consumiram alho pelo menos uma vez por semana, eram 50% menos sujeitas a desenvolver câncer de cólon. Outro estudo, de Tasgore Medical College, na Índia, sugeriu que alho diminui os níveis de colesterol e o afinamento do sangue, com redução significativa de risco de doenças cardíacas.

Gengibre e Cúrcuma: Estas raízes condimentadas podem promover uma melhora no sistema digestivo e circulatório. Gengibre pode aliviar as dores reumáticas e a cúrcuma, conforme estudos recentes, protege o corpo contra o câncer de esôfago. Sementes Oleaginosas: A castanha do Pará, nozes e amêndoas são boas fontes de minerais. Embora sejam calóricos, são ricos em potássio, magnésio, ferro, zinco, cobre e selênio. Adicioná-los em saladas e receitas diversas, pode contribuir para o bom funcionamento digestivo e do sistema imunológico, melhorando o aspecto da pele. Dica: não coma sementes envelhecidas ou rançosas, pois podem conter alto índice de radicais livres.

Soja: Mulheres na menopausa podem encontrar na soja uma maneira de manter os níveis de estrogênio. A Soja contribui para aliviar os sintomas indesejados desta fase, tais como as ondas de calor, além de protegê-las do mal de Alzheimer, osteoporose e doenças cardíacas. Dica: procure por produtos de soja fermentados, de fácil digestão e com maiores propriedades nutricionais. Fique atento também se o produto foi geneticamente modificado.

Macarrão e arroz integral: Os carboidratos complexos são boa fonte de energia durante o dia e devem ser incluídos na dieta. Produtos integrais como o macarrão e o arroz são excelentes fontes de energia e de fibras, além de conter duas vezes mais ferro do que o não integral. Arroz negro também é uma boa fonte de carboidratos, com alta concentração de fibras e vitamina B.

Melancia: Tanto o fruto, que contém vitamina A, B e C, quanto à semente, que contém selênio, gorduras essenciais, zinco e vitamina E, são nutritivas, sendo indicado processá-los juntos em um suco. A melancia protege o corpo contra a ação dos radicais livres e o envelhecimento precoce.

Água: Beber pelo menos 8 copos de água todos os dias é o melhor caminho para se manter saudável, perder peso e se manter jovem. A Água ajuda na hidratação e a se livrar das toxinas. Dica: não espere ter sede para tomar água, já que a sensação diminui com a idade. Beba líquidos como sucos de frutas, de vegetais, vitaminas com leite desnatado, água com gás e chás. Também é possível ter os benefícios dos líquidos através da gelatina, sopas, picles, alface e tomates.

 


Fonte: Portal Fator Brasil, 05/12/2009

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*