O consumo moderado de álcool nem sempre é benéfico

Com alguma frequência vemos reportagens mostrando vantagens que o consumo moderado de álcool pode trazer para o coração, reumatismo, etc. Todas essas reportagens são baseadas em pesquisa científicas, algumas com milhares de participantes, o que parece conferir legitimidade a elas.

No entanto, apesar dos benefícios que o consumo moderado de álcool pode trazer, muitas pessoas não devem beber nenhuma gota de álcool – e é exatamente aí que essas reportagens falham ao não divulgar esse fato.

Se você tem algumas das doenças abaixo, passe longe do consumo de álcool independente do que qualquer reportagem afirmar:

 

Doença hepática alcoólica

Uma inflamação no fígado causada pelo uso crônico do álcool. O fígado é o principal metabolizador do álcool no organismo e é lesionado com a ingestão de bebidas alcoólicas. Um indício preocupante é a existência de gordura no fígado – esteatose.

 

Cirrose hepática

 O consumo frequente e em grandes quantidades de álcool destrói as células do fígado e causa cirrose – destruição avançada e em grande número das suas células. Indivíduos com cirrose já têm o fígado danificado e a ingestão de álcool só induziria a piora dele.

 

Gravidez

A síndrome do alcoolismo fetal ainda é pouco conhecida entre os médicos brasileiros mas deixa danos permanentes nos bebês das mulheres grávidas, como retardo mental e deformações faciais. A SAF, como é conhecida pode ocorrer mesmo em grávidas que bebam poucas doses de álcool e sem frequência. Se quer um bebê saudável, não consuma álcool durante a gravidez

 

Triglicérides aumentado

O consumo de álcool aumenta as triglicérides, tanto é que não devemos fazer exame de sangue antes de pelo menos três dias após ingestão do álcool. O problema é que as triglicérides é uma gordura tão prejudicial quanto o colesterol, formando placas que entopem as artérias e podendo causar infarto e derrame cerebral. Se você tiver a taxa de triglicérides acima do recomendado evite toda maneira o consumo de álcool.

 

Pancreatite

A pancreatite é uma inflamação do pâncreas, órgão responsável por produzir insulina e também enzimas necessárias para a digestão. O consumo exagerado de álcool é uma das causas dessa doença, e sua ingestão pode provocar muita dor, danificar o processo de digestão e diminuir os níveis de insulina, principal problema do diabetes.

 

Úlcera

É uma ferida no estômago. Portanto, qualquer irritante gástrico, como o álcool, irá piorar o problema e aumentar a dor.

Insuficiência cardíaca

Interessante esse ponto: embora tantas pesquisa apontem os benefícios do álcool para o coração, por ele ser tóxico, piora a atividade do músculo cardíaco. Quem tem insuficiência cardíaca deve evitar bebidas alcoólicas para que a atividade de circulação do sangue não piore.

 

Problemas psiquiátricos e uso de medicações psiquiátricas

O álcool muda o comportamento de qualquer pessoa e pode ter efeitos muito adversos em pessoas com problemas psiquiátricos. Sem contar as alterações que produz no efeito dos remédios, ao ser consumido conjuntamente

Alcoolismo

Se a pessoa é alcoólatra, e está se tratando, qualquer consumo de álcool, por menor que seja a quantidade, pode desencadear novamente o problema.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*