Obesidade e Mal de Alzheimer estão relacionados, mostra estudo

Além de provocar sérios problemas de saúde como doenças no coração, diabetes tipo dois hipertensão e alguns tipos de câncer, cientistas descobriram que o sobrepeso também fazem mal ao cérebro.

Estudo da Universidade da Califórnia, nos EUA, descobriu que pessoas obesas têm 8 % menos tecido cerebral do que o comum. Isso faz com que seus cérebros pareçam 16 anos mais velhos do que os de pessoas com peso normal.

Essa perda de tecido cerebral esgota as reservas cognitivas, o que aumenta o risco de adquirir Alzheimer ou outros tipos de demência.
Segundo um levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 300 milhões de pessoas estão classificadas como obesas em todo o mundo.

A obesidade é medida com base no cálculo do índice de Massa Corporal (IMC). A conta consiste em dividir seu peso pela sua altura ao quadrado. O resultado ideal está na faixa entre 18,5 a 25. Pessoas acima de 25 são consideradas com sobrepeso e acima de 30, obesas.

O crescente número de obesos, inclusive crianças, deve elevar em muito a quantidade de pacientes com Mal de Alzheimer no futuro

Hoje no mundo existem cerca de 60 milhões de pessoas com mal de Alzheimer e no Brasil acredita-se em 1 milhão delas, a maioria não diagnosticada.

Acredita-se que esses números irão aumentar muito devido ao envelhecimento da população e ao grande número de pessoas que estão com elevado grau de obesidade, no mundo inteiro.


Fonte: bemstar.globo.com

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*