Pimenta, além de temperar alimentos ela ajuda no emagrecimento e tem propriedades terapêuticas

Pimenta é um termo popularmente utilizado para designar uma série de espécies de condimentos com sabor picante, cujo grau pode variar de quase nulo (pimentão) a muito forte (malagueta). Além de ingrediente indispensável nas culinárias por todo o mundo, já teve outras funções ao longo dos séculos: foi utilizada como oferenda aos deuses e até mesmo como moeda. Durante a Idade Média, seu principal objetivo era disfarçar a falta de frescor dos alimentos, principalmente das carnes curadas.

No campo da saúde há muitas informações controversas com relação aos benefícios que pode causar. No entanto as abaixo estão confirmadas.

Pimenta vermelha

Inclui as espécies jalapeño, dedo-de-moça, malagueta, caiena, bode, páprica e até mesmo o pimentão. O ardor depende da concentração da substância capsaicina, presente no interior da baga. Para obter uma pimenta menos ardida, basta retirar essas partes.

A capsaicina é antioxidante, combate o envelhecimento celular. Estudos também indicam seu poder termogênico – eleva o gasto calórico e ajuda no emagrecimento. Além disso, a pimenta é rica em betacaroteno e em vitamina C, outros potentes antioxidantes.

Acredita-se popularmente que, devido ao seu ardor, esse condimento contribua para o surgimento de úlceras. Mas estudos mostram que a capsaicina ajuda na produção de uma secreção que protege o revestimento do estômago da gastrite e das úlceras.

A capsaicina também neutraliza a produção de uma substância causadora da dor. Por isso, pesquisam-se cremes, anestésicos e remédios para enxaqueca à base dela.

Pimenta-preta

A partir da planta “Piper nigrum” são fabricados três tipos de pimenta: preta (ou do reino), verde e branca. A preta é um dos condimentos mais usados em todo o mundo, feita da baga inteira e madura; a verde é feita com a baga imatura. A branca é produzida a partir das sementes.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*