Preparo de alimentos para que está de dieta

Ao preparar uma dieta tenha em mente que não é necessário se privar dos pratos de que mais gosta! Com pequenas modificações, você pode, por exemplo, adicionar um refogado de carne na sua dieta. Para isso, aumente a quantidade de verduras na refeição, reduza o uso de gorduras (opte pelas de origem vegetal) e utilize especiarias variadas. Algumas colheres de vinho proporcionarão um toque especial.

Preparo de carne para quem faz dieta

Prepare a carne, retirando-lhe as gorduras vísiveis e cozinhe-a em seu proprio molho.

Para temperá-la substitua, pelo menos parcialmente, o sal por ervas aromáticas

  • Antes de cozinhá-Ia, tempere com antecedência, no mínimo, 8 horas antes da preparo da receita. Use as suas especiarias preferidas e deixe curtir em suco de limão e vinho. Pode usar sal, mas em quantidades pequenas, pois este contribui para a retenção de líquidos no corpo. Além disso, O sabor das ervas aromáticas disfarça a falta de sal;
  • Cozinhe a carne no grelhador, só com um cheirinho de gordura. Além de ficar mais saborosa, não necessita ser temperada com várias horas de antecedência;
  • Quando comprar carne picada para fazer almôndegas ou hambúrgueres, por exemplo, verifique se esta provém de peças bastante magras. Para ter certerza, o ideal é comprar um pouco de carne magra e picá-Ia depois em casa;
  • Prefira os pratos de peixe e de carnes brancas aos de carnes vermelhas. Os peixes possuem proteínas e gorduras polinsaturadas e devem constar regularmente no seu cardápio;
  • Para temperar os grelhados, opte pelo limão em vez de molhos ou manteiga;
  • Os alimentos grelhados ou cozidos são mais benéficos para a sua dieta do que os assados, que exigem mais gordura para serem cozidos;
  • Depois de frio, corte o assado em diversas porções com cerca de 100 g e congele-as. Assim, você só terá de descongelá-Ias e aquecer, de acordo com as necessidades. Em certas ocasiões, pode utilizar as fatias do assado frias, em sanduíches, por exemplo;
  • Molho para carnes vermelhas: 1/2 copo de vinho tinto, 2 colheres (sobremesa) de molho de soja, 3 dentes de alho triturados, 3 colheres (sopa) de cebola picada, 1 folha de louro, tomilho e oréganos a gosto;
  • Molho para carnes brancas (aves): 2 colheres (sopa) de suco de limão, 1 colher (sobremesa) de molho de soja, 3 dentes de alho triturados, 3 colheres (sobremesa) de vinho branco, cominhos e alecrim a gosto.

A carne deve ser consumida com moderação. Sempre que possível, substitua -a parcialmente por leguminosas secas (ervilhas, grão, feijão), que também são ricas em proteínas.:

Uso de gordura para quem está de dieta

Ao cozinhar, prefira as chamadas gorduras saudáveis, como o azeite e os óleos vegetais (que possuem ácidos gordos mono e polinsaturados), em detrimento das gorduras de origem animal, como a manteiga ou a banha (que são ricas em ácidos gordos sarurados).

Nas doses adequadas, a ingestão de gorduras evita a sensação de fraqueza e de irritação, devido ao fato de estar fazendo uma dieta com defidt de energia. Está comprovado que a falta de gordura no organismo pode causar certos transtornos físicos.

Evite as batatas fritas! Mas, se fritar alimentos, nunca se esqueça de escorrê-Ias e de usar um papel toalha para retirar o excesso de gordura.

Preparo de legumes e verduras para quem faz dieta

O molho verde é adequado para verduras cozidas, não coloca em risco a sua dieta. Basta juntar 1 colher (sobremesa) de vinagre, 1 dente de alho triturado e 2 gotas de pimenta. Se não conseguir evitar, junte uma pitada de sal.

Os vegetais são ricos em vitaminas, minerais, substâncias antioxidantes e fibras. Além de serem pouco calóricos, prolongam a sensação de saciedade e estimulam o funcionamento dos intestinos.

  • Escolha sempre as verduras mais frescas e, sempre que possível, coma os legumes crus;
  • Prefira os vegetais de folhas verde-escuras (espinafres) e os amarelos-escuros (abóbora), cor-de-laranja (cenoura) e vermelhos (tomate);
  • Ao cozinhar os vegetais, evite fervê-Ias durante muito tempo. Cozinhe-os no vapor, num recipiente tampado, de forma a manter intacto todo o seu valor nutritivo;
  • Esporadicamente, tempere as verduras com 1 colher (sobremesa) de margarina vegetal, ou com queijo ralado;
  • Se utilizar verduras nas sanduíches, estes irão parecer maiores e você terá a sensação de ficar mais satisfeita(o);
  • Alguns vegetais prestam-se para fazer vitaminas, como, por exemplo, o tomate, o pepino, as cenouras, o aipo, a beterraba e os agrião;
  • Aproveite sempre a água do cozimento dos alimentos para preparar outras refeições;
  • Evite temperar a salada e os legumes com gorduras. Se possível, use apenas vinagre e (pouco) sal.

Pães para quem está de dieta

Ao contrário daquilo que é comum ouvirmos dizer, os alimentos com amido – como o pão, o arroz e a batata – não engordam. Eles são, inclusivamente, muito importantes para uma dieta alimentar saudável.

Prefira o pão de centeio (com trigo e centeio) e a broa (com milho), devido ao seu elevado valor nutritivo. O pão integral também é uma boa escolha.

Para cobrir o pão, prefira as margarinas moles, ricas em ácidos gordos polinsaturados, à manteiga. Nos cozidos, opte sempre pela margarina, pelo azeite ou, ainda pelo óleo, em detrimento da banha, que é uma gordura de origem animal, rica em ácidos gordos sarnrados

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*