Ração humana: cresce a procura pelo composto de fibras no Brasil

Ele é chamado de ração, mas não tem nada a ver com animais. Conhecido como ração humana, um composto alimentar feito com fibras tem ganhado espaço entre pessoas que precisam regular o sistema digestivo ou emagrecer. Consumida uma vez ao dia em substituição a uma das refeições, a mistura dá sensação de saciedade e contém todos os nutrientes necessários em uma alimentação, segundo os fabricantes do produto.

 

A procura pelo composto tem crescido nos últimos meses. Um exemplo é a empresa carioca Longevid, que comercializa produtos naturais e começou a produzir a ração humana em novembro do ano passado. A demanda pelo produto foi tão grande que o estoque zerou em cerca de um mês. Agora, a empresa já conta com 500 pontos de venda em várias regiões do Brasil.

Na Casa Natural, loja de produtos naturais em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a busca pelo composto também aumentou no último mês. Segundo a nutricionista da empresa, Gabriela Bec Rossoni, a ração humana começou a ser vendida no local no fim do ano passado. Montado na hora, um pacote de 1 kg da mistura sai por R$ 16 e rende porções diárias durante um mês. Para a nutricionista, o produto pode ajudar no emagrecimento no caso de a pessoa também manter uma dieta equilibrada.

– O intestino é a porta de entrada para tudo em nosso organismo, e o fato do produto reunir fibras diferentes aumenta o poder de eficiência dos nutrientes. Além disso, o composto tem leite de soja, rico em proteínas, o gergelim com casca, rico em cálcio, e o açúcar mascavo, rico em ferro. Tem também levedo de cerveja, com todas as vitaminas do complexo B.

A técnica em enfermagem Maria Lenir Dortas dos Santos, de 52 anos, começou a ingerir a ração humana em outubro de 2009. Moradora do Rio de Janeiro, ela queria substituir sua janta porque, à noite, sempre se sentia muito cansada depois de comer.

– Com a ração, melhorou minha função intestinal e diminuiu o colesterol. Antes, dormia logo depois de comer. O composto também tem ajudado a melhorar meu refluxo.

De acordo com a consultora em nutricionismo da Longevid, a ração humana da empresa, feita sem a adição de glúten, contém os ingredientes necessários para uma boa alimentação, entre eles flocos de arroz e extrato de soja.

– No total, a ração humana contém 12 ingredientes. Podemos considerar que é um alimento completo por proporcionar proteínas, carboidratos, gorduras de ótima qualidade, vitaminas, minerais e fibras.

A nutricionista Anita Facks, professora da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) discorda. Para ela, a ração humana "não funciona de forma alguma" por não fazer parte do hábito alimentar da sociedade.

– Não é algo na forma de alimento, não tem diferentes formas, cores e texturas. Isso pode ser prejudicial à saúde, por falta ou excesso de nutrientes. O alimento deve ser aquilo que é encontrado na natureza, como os vegetais. Compostos assim são feitos com extratos.

Na opinião da especialista, a regulação do sistema digestivo ou o emagrecimento podem ser alcançados apenas com uma dieta adequada, "a não ser em casos específicos


Fonte: R& Notícias, Lucas Frasão, 25/01/2010

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*