Rede Globo contra Dunga– campanha descarada contra a seleção brasileira

Parodiando o Lula, nunca a Rede Globo fez uma campanha tão agressiva contra um técnico da seleção brasileira, o Dunga.

Embora o Saúde e Força não seja voltado para comentar sobre fofocas não podemos nos omitir sobre essa campanha covarde movida pela Rede Globo contra o técnico Dunga da seleção brasileira.

Como todas as pessoas o Dunga tem suas qualidades e seus defeitos. Dentre esses último podemos citar um certo autoritarismo.

Mas o fato é que pelos resultados, a seleção brasileira está indo bem desde que ela a assumiu, independente de não estar jogando o “futebol arte” que todos nós gostaríamos. Além dos mais todos já conheciam o Dunga e seu estilo, desde que batizaram alguns anos como “era Dunga”, sinônimo de muita raça e vontade e nem tanto técnica. Também sabemos que ele prometeu não repetir o fiasco da Copa de 2006 quando os jogadores tinham um excesso de liberdade, para tudo, e não corresponderam em nada em campo.

Tudo o acima é sabido mas então porque essa campanha tão forte da Rede Globo contra o Dunga, a ponto dos seus jornalistas parecerem estar torcendo contra o Brasil?

Por dois motivos, ambos comerciais, mostrando que o patriotismo da Rede Globo, nesse caso, é superado pelos seus interesses comerciais.

O primeiro motivo é que as empresas que compraram espaços publicitários com a Globo (patrocinadores) não estão tendo o retorno que almejavam. A Rede Globo levou uma grande quantidade de jornalistas e escritores para a África do Sul, muitos deles até questionáveis*, e pretendia ter uma divulgação privilegiada, grande e constante da seleção brasileira, onde iria justificar o investimento em propaganda dos patrocinadores.

Dunga para evitar a “festa”, que foi a Copa de 2006, está fazendo treinos secretos e ele e os jogadores dando pouquíssimas entrevistas para os jornalistas em geral, da Globo inclusive. Praticamente não há espaço para exibir propaganda dos patrocinadores. Onde então a Globo pode justificar os altos valores cobrados deles?

O segundo motivo é que a Globo pretendia três entrevistas exclusivas dos jogadores para o Fantástico, o que Dunga negou.

O UOL Esporte apurou que a Globo negociou diretamente com Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), entrevistas exclusivas com três jogadores da seleção, entre os quais Luis Fabiano. As entrevistas iriam ser exibidas durante o programa “Fantástico”, no domingo, horas depois da partida contra Costa do Marfim, vencida pelo Brasil por 3 a 1. Dunga vetou o acerto.

Mais uma vez os interesses comercias da Rede Globo foram contrariados.

E por esses dois motivos foi feita tamanha campanha contra o Dunga pela Rede Globo.

Nessa campanha a Rede Globo colocou matéria mentirosa em seu jornal O Globo dizendo que a CBF temia punições a Dunga pelo seu destempero (22/06/2010). Só não citou quem…

Horas depois a farsa veio a tona com a FIFA dizendo não ver nenhum motivo para a punição de Dunga.

 

O que nós, verdadeiros brasileiros, podemos fazer nessa guerra vil da Rede Globo contra o Dunga:

  • assistir ao jogo de sexta-feira pela Rede Bandeirantes;
  • intensificar a campanha “Cala Boca Galvão” no Twitter pois o fato é conhecido no mundo inteiro e a Rede Globo “puxou” as orelhas do Galvão Bueno;
  • assistir aos demais jogos da Copa pela Bandeirantes outra outra emissora que a Globo não seja sócia
  • criticar a Rede Globo pela campanha contra o Dunga no Twitter e onde for possível na Internet;
  • enviar e-mail aos patrocinadores da Globo criticando a associação da marca a uma campanha tão odiosa contra a seleção Brasileira

 

 

A rede Globo não vive sem o dinheiro de propaganda dos patrocinadores. Quando eles forem criticados por terem patrocinado a Rede Globo, rapidamente eles cobrarão uma nova postura delas.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*