Rugas, o que é verdade no tratamento e o que não é…

A medida que envelhecemos nossa pele muda e as rugas começam a aparecer. Muitos fatores estão envolvidos no aparecimento delas: a medida que os anos passam o colágeno e as fibras de elastina na nossa derme – os componentes que tornam nossa pele flexível – começam a se romper e perder a função. Infelizmente não há muito o que possa ser feito para intervir.

As maiores recomendações seriam não fumar, já que o cigarro reduz o fluxo de sangue na pele, privando-a de importantes nutrientes e limitar a exposição ao sol pois os raios ultravioletas destroem o colágeno da pele, acelerando o envelhecimento, causando manchas na pele e talvez, o câncer de pele.

Tais recomendações podem diminuir a velocidade com que a pele adquire novas rugas mas o que para fazer para tirar as rugas que já existem ?

Cremes para rugas: mais promessas do que resultados

Com certeza não existe falta de produtos que prometem milagres para evitar e eliminar as rugas. Mas a realidade é que a maior parte dos cremes para rugas fazem muito pouco.

O que os cremes para rugas fazem é hidratar a pele (a pele seca parece mais velha…) e defendê-la dos danos do sol. Os efeitos dos outros compostos na fórmula dos cremes para rugas são ainda menos claros.

Embora muitos cremes para rugas tenham anti-inflamatório, a concentração é baixa e existem alguns estudos independentes que apontam que eles não causam nenhum efeito. Da mesma forma, vitaminas, colágeno, antioxidantes e outras substâncias “da moda” não tem capacidade de atingir a camada mais profunda de pele, onde as rugas se formam.

Alguns cremes para rugas contém substâncias que disfarçam as rugas, dispersando a luz. Tais cremes apenas escondem as rugas e não as tratam.

O ramo da Medicina que se volta para a Estética, tal como a Psiquiatria, sofre pesadas críticas devido a uma suposta cumplicidade com laboratórios farmacêuticos…

Gastar fortunas com creme anti-rugas não vai melhorar a situação de quem fumou a vida toda

Tratamentos cosméticos: melhoram as rugas mas são temporários…

Peeling químicos, peeling a laser e micro-abrasão podem melhorar as rugas mas não são definitivos. Ao remover o excesso de pele morta, elas atenuam as linhas das rugas mas não as removem completamente. Com o tempo as rugas voltam ao tamanho anterior.

A verdade é que nosso corpo gradualmente vai acumulando o resultado dos usos e abusos que fizemos dele. A decisão maior em relação às rugas que uma pessoa precisa tomar não é como tratar delas mas se vai aceitá-las com dignidade ou ou se tonar desesperado com a volta da aparência passada, fazendo cirurgias plásticas em excesso com resultados desastrosos

2 thoughts on “Rugas, o que é verdade no tratamento e o que não é…

  1. Olá, tudo bem? Muito bacana o artigo.
    Interessante mencionar também como opção para as rugas os Peelings Químicos.
    Que são utilizados para atenuação de rugas, e também em manchas e cicatrizes; na diminuição das lesões pré-malignas como as queratoses actínicas e ainda no auxílio do tratamento da acne.
    Claro respeitando a avaliação do dermatologista, que é sempre quem indicará o melhor tratamento. 
    Vou continuar acompanhando as postagens por aqui =)
    Obrigada…bjsss

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*