Sobre

O site Saúde e Forca


A origem do site

A preocupação com a saúde cresce cada vez mais entre os brasileiros. Embora em nosso país ainda existam muitas pessoas que passem fome, também existe um grande número delas que tem diariamente muito mais alimentos do que precisam para sobreviver.

Essa abundância de alimentos cria problemas novos, talvez nunca antes enfrentados no Brasil ou no mundo. A questão que precisamos responder muda do “como vou fazer para conseguir os alimentos que preciso para sobreviver” para “quais os alimentos que não devo comer para não prejudicar a minha saúde” e “o que fazer para manter meu corpo saudável”…

O fato é que não existe uma resposta única para as duas questões acima que precisamos responder:

  • quais os alimentos que não devo comer para não prejudicar a minha saúde;
  • o que fazer para manter meu corpo saudável.

E também não existe respostas para muitas outras questões que podem ser levantadas a respeito.

    Muitas já tentaram responder de forma boa ou má, e até mesmo com respostas contraditórias entre si. Muitas pesquisas já foram feitas. Muitas matérias, artigos e notícias foram publicadas. Muita gente já ganhou dinheiro com isso em livros e tratamentos e, em contrapartida, muitos já perderam dinheiro sem conseguir o que almejavam: um copor forte e saudável.

    Tantas matérias, artigos e notícias geraram uma grande quantidade de informação e conhecimento espalhada em jornais, livros, revistas e páginas da Internet. Faltava reunir isso tudo em um local único de modo que todos pudessem consultar com facilidade. O site Saúde e Força tem como objetivo suprir essa falta: reunir essas informações e  conhecimentos relevantes e permitir que as pessoas percebam como vai mudando ao longo do tempo nossa compreensão do que é considerado saudável para nossas vidas.

    O site Saúde e Força é na verdade um banco de dados que reune esse conhecimento e informação sobre uma vida saudável disperso entre os vários meios de comunicação. O que fazemos é juntá-los em um local só. E juntá-los de uma forma mais relevante do que os mecanismos de busca pois aqui são pessoas que avaliam o que interessa e não computadores que nada tem de humano !

    Respeitamos a propriedade intelectual. Mesmo assim, caso você sinta que seu direito foi violado, não existe em entrar em contato conosco para que retiremos o artigo.