Suplementos alimentares também oferecem risco

Além da ingestão ou injeção de esteroides anabolizantes, outro hábito aparentemente menos nocivo que se dissemina entre praticantes de musculação é o uso de suplementos alimentares. Na maior parte dos casos, sem qualquer acompanhamento profissional, de acordo com Janaína Lavalli Goston, nutricionista especialista em nutrição esportiva. Essa realidade, baseada em pesquisa que será publicada na revista Nutrition, é preocupante: “Constatamos que mais da metade (55%) dos praticantes de exercícios físicos que consumiam pelo menos um suplemento o faziam sem qualquer indicação de profissional capacitado”.

A pesquisa revela que homens consomem mais suplementos à base de proteínas e aminoácidos, bem como ricos em carboidratos. Já as mulheres consomem complexos de vitaminas-minerais, naturais-fitoterápicos e substituintes de refeições em maior proporção. Esse quadro “decorre do desejo que homens têm em ganhar massa muscular e das mulheres em perder peso”, explica a nutricionista. De acordo com ela, não há dúvida de que a proteína é essencial para esse objetivo, mas quando está em maior proporção na dieta que os carboidratos, por exemplo, ou seja, em desarmonia, desviará seu papel construtor e os objetivos de ganho de massa muscular começam a se retardar e até mesmo não ocorrer.

“Vale destacar que em uma dieta balanceada conseguimos facilmente obter quantidades adequadas de proteína. Se pensarmos que no nosso dia a dia temos fácil acesso não só a carnes, mas também leite e derivados, ovos e leguminosas, não haveria necessidade de toda essa ingestão de suplementos protéicos”, ressalta a especialista.


Fonte: UAI, 07/02/2010

One thought on “Suplementos alimentares também oferecem risco

  1. Realmente é preciso usar a suplementação alimentar com cautela e seguindo uma orientação profissional.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*