Tintura nos cabelos aumenta os casos de leucemia em bebês

Usar tintura nos cabelos tornou-se comum em nossa sociedade mas as futuras mamães deveriam ser muitos criteriosas ao usá-las principalmente durante os seis primeiros meses de gravidez: um estudo realizado pelo biólogo Arnaldo Couto e publicado no site da Escola Nacional de Saúde Pública em parceria com o Instituto Nacional de Câncer conclui que usar tinturas durante a gravidez pode aumentar as chances de o bebê desenvolver leucemia até os dois anos de idade.

Esse risco é de duas a três vezes maior em crianças cujas mão usaram tintura durante a gravidez. O estudo foi feito com crianças menores de dois anos de todos os estados do Brasil diagnosticas com leucemia, exceto a região norte. Foram analisadas 650 mães: 231  com filhos diagnosticados com leucemia antes de 2 anos de idade e 419 mães sem filhos com câncer

O biólogo aponta que a associação entre os casos de câncer e o uso tintura de cabelo já vem sendo analisada desde o fim da década de 70, mas as pesquisas eram desenvolvidas para as pessoas mais velhas, já que o hábito de pintar os cabelos era realizado por pessoas de uma determinada idade, mas hoje em dia, o uso da tintura de cabelo é algo comum, principalmente entre adolescentes.

Se você pretende ficar grávida, evite usar tinturas de cabelo até mesmo porque de uma forma pouco ética o Governo Dilma suspendeu arbitrariamente o uso de medicamentos para parte dos pacientes com leucemia que não vem reagindo ao tratamento convencional.

 

Tinturas de cabelo além de poderem prejudicar a mãe aumentam os riscos de leucemia em bebês


Fonte: Terra

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*