Você sabe por que tem ressaca quando bebe ?

Ressaca é uma das coisas que todo mundo que bebe um dia irá ter (se já não teve). Isso acontece por que o álcool que consumimos na bebida se espalha por todo o nosso corpo, via corrente sanguínea.

Embora a ressaca ataque mais forte quanto mais se bebe, nem todo mundo sente os mesmo sintomas ou com a mesma intensidade.

Existe muita informação errada sobre ressaca. Conheça abaixo então os sintomas e mitos que estão relacionados a ela e de como curá-la

Sintomas mais comuns da ressaca

Desidratação

Quando o álcool é absorvido pelo intestino acaba atrapalhando a absorção de água e o resultado é que as fezes ficam diluídas (misturada com a água) provocando uma  diarréia; como a água passa direto pelo intestino, o organismo perde muito líquido e fica desidratado.

Falta de controle motor

A ressaca provoca a falta de controle motor A região atacada pelo álcool, o cerebelo (a parte do cérebro que se localiza na parte de trás da cabeça, onde popularmente chamamos de nuca) é a parte do cérebro responsável pela coordenação motora, os efeitos mais comuns dessa desregulagem são as mãos trêmulas no dia seguinte e, em casos extremos, desequilíbrio e quedas, além de tremor por todo o corpo.

Ansiedade e depressão

Podem ser estimuladas pela falta de bebida, funcionando da seguinte forma: primeiro, o álcool excita neurotransmissores no sistema límbico, quando o cérebro sente falta da bebida, aumenta as reações emocionais que as pessoas manteriam controle em condições normais.

Sensibilidade

Os neurotransmissores que captam estímulos como luminosidade e sons são inibidos pelo álcool, quando o efeito passa, eles ficam muito estimulados, e qualquer barulho ou luz os sobrecarrega; as pupilas dilatadas não regulam a entrada da luz.

Vômito

O álcool estimula a produção exagerada de suco gástrico, irritando as paredes do estômago, daí para a ânsia de vômito é questão de pouco tempo.

Fadiga

A fadiga da manhã seguinte é causada, em parte, porque durante a bebedeira o álcool inibe um estimulante natural do organismo: a glutamina, quando o efeito do álcool diminui, o corpo produz muita glutamina para compensar, isso agita o cérebro e impede que o sono seja profundo e reparador.

Sede

O álcool tem função diurética, ou seja, estimula a expulsão de água do corpo, via urina, mesmo que haja pouca água, isso ocorre porque ele inibe a ação do hormônio ADH antidiurético que regula o nível de água na corrente sanguínea, ai damos origem a desidratação que em seguida dará muita sede;

Dor de cabeça

Cerca de 92% do cérebro é feito de água. Após o excesso de bebida nosso corpo fica desidratado, nos precisamos tirar a água de algum lugar do nosso corpo, o primeiro desses lugares a ser afetado é o cérebro; Com pouca água no organismo o sangue se torna mais grosso e a pressão aumenta, as artérias aumentam de espessura e causam a dor.

 

Curiosidades sobre a ressaca

  • A única vantagem de tomar café para curar a ressaca é que ele dá uma despertada e engana a fadiga, o café pode agravar a desidratação e irritar mais o estômago;
  • Muita gente força o vômito para tentar eliminar o álcool ingerido, isso não funciona;
  • Cerca de 25% do álcool ingerido é absorvido rapidamente pelo estômago, o restante segue para o intestino, onde será capturado em até uma hora;
  • Embora não seja aconselhável beber de estômago vazio, nada comprova que “forrar” o estômago com azeite, churrasquinhos ou outras gorduras diminui a absorção do álcool ou evita a ressaca;
  • Dentre as receitas populares para evitar ou remediar a ressaca, a única concordância entre médicos é de tomar muita água antes, durantes e depois de beber, isso evita a desidratação que é um dos piores sintomas da ressaca.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*