Você sabe se tem queda de cabelo em excesso ?

Para muitos, perder fios capilares representa um problema desesperador, pois, diversas vezes, a queda dos cabelos é interpretada como início de calvície.

Entretanto, os dermatologistas são unânimes em ressaltar que, além de ser normal cair de 50 a 100 fios por dia, a queda excessiva de cabelo pode não ser calvície, que é resultado de uma rarefação (afinamento) dos fios capilares, e, sim, consequência do uso de produtos químicos, infecções, estresse, uso de medicamentos, anemia até dieta pobre em proteínas, problemas que podem ser revertidos quando tratados.

A dermatologista e cirurgiã Maria Angélica Muricy Sanseverino afirma que a calvície caracteriza-se pela transformação do pelo grosso (cabelo normal) em “penugem” (cabelo muito fino). Os cabelos vão diminuindo em força, de maneira lenta e progressiva. Os fios continuam no couro cabeludo, só que ficam quase imperceptíveis. “Além, é claro, de ser resultado de causa genética, basta à presença de um gene com predisposição a calvície, vindo de um dos pais, para manifestar a patologia”, diz a especialista.

A queda de cabelo tem várias causas. Um exemplo é o uso de produtos, como tinturas, água oxigenada, permanentes, alisantes, descolorantes, entre outros, que podem enfraquecer o fio capilar, quebrar sua haste e levar a sua queda. Outro motivo, muito comum, são as infecções, como uma gripe forte, que pode levar a uma queda excessiva dos fios capilares por quatro semanas.

Queda de cabelo diária é um fenômeno normal e não deve ser confundida com calvície, tal como a de Naomi Campbell Hoje, um vilão do problema de queda dos fios capilares que merece destaque é o estresse. Toda vez que existe algum fator que necessite de energia, proteínas, vitaminas ou sais minerais, o cabelo é o que mais sofre, pois para de receber estes nutrientes que vão para lugares considerados mais importantes pelo organismo.

A especialista Maria Angélica Muricy destaca outras causas: “o uso de medicamentos também merece atenção, as pílulas anticoncepcionais podem ter como efeito colateral a queda temporária dos cabelos. Já a anemia, que é a baixa quantidade de hemoglobina no sangue, pode prejudicar a oxigenação do bulbo capilar, resultando em queda do fio”, diz.

Vista como consequência de muitas causas, a queda de cabelo também pode ser gerada por uma dieta pobre em proteína, pois pode fazer com que o corpo economize os nutrientes que iriam para os cabelos. “Todavia, é muito importante apontar que todas as causas citadas têm tratamento e, quando o processo é revertido, os cabelos voltam a nascer naturalmente”, destaca a especialista da Clinica Muricy.

Pessoas que sofrem o distúrbio alimentar da anorexia costumam ter quedas de cabelos excessivas. Esse é um dos primeiros sinais que or organismo delas está carente de uma série de nutrientes. Infelizmente, esses primeiros sinais costumam ser ignorados e o quadro clínico do paciente com anorexia se agrava muito. Em casos extremos, a anorexia pode levar até mesmo a morte.


Fonte: abril.com.br, 02/08/2010

One thought on “Você sabe se tem queda de cabelo em excesso ?

  1. ola,apos eu interromper o anticoncepcional depois de 2a3meses meu cabelo comecou a cair muito principalmente no banho e na hora que vou pentear, cai em excesso, na parte de cima da cabeca ja esta bem ralo,que medico eu devo procurar me ajude por favor eu nao sei mais oque eu fazer.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*