Aplicação terapêutica das algas

Banhar-se com água quente com pó dissolvido das algas tem as mesmas qualidades que banhar-se com água do mar contendo algas. Para isso usa-se o pó de algas, obtido a partir da manipulação delas, que, em seguida, é dissolvido na água de banho.

Para um maior valor terapêutico desse tratamento, os banhos devem ser feitos com um pó de algas preparado de modo que os elementos ativos contidos nelas sejam capazes de penetrar no organismo humano por osmose através da barreira da pele.

Essa forma de absorção permitirá que os compostos das algas sejam mais facilmente absorvidos já que a pele, dilatada pelo calor, aumenta sua superfície e o volume dos vasos sanguíneos próximos, e esses últimos são responsáveis por levar os compostos químicos das algas através do organismo.



Função do pó

Para possibilitar a absorção através da pele, o pó que será dissolvido na água de banho medicinal deve sofrer um preparo a partir da alga seca que lhe conferirá todo o seu valor terapêutico.

A alga não deve ser moída, mas sim transportada num meio gasoso e exposta à força centrífuga. O produto – pó –  obtido desse processo fará com que o banho seja mais do que uma simples infusão de algas e constituirá uma suspensão total cujo teor e composição irão se aproximar o mais possível do meio natural de onde as algas foram extraídas. Além disso, outra vantagem é que obtêm-se um pó homogêneo de uma granularidade padronizada.

Quando o pó obtido desse processo for adicionado à água do banho que se encontre a mesma temperatura do corpo, os compostos irão se concentrar na mesma proporção que ocorre na água do mar.

[wpb-product-slider posts="12" title="Compre em nossa loja"]



Função da pele

A pele representa um meio de penetração natural e rápido para medicamentos, sem nenhuma forma de agressão ao organismo.

O indivíduo que se banha em água quente – que favorece a vasodilatação dos capilares da pele – saturada de pó de algas absorverá sem fadiga para seu estômago todos os compostos que as algas proporcionam.

Deixe uma resposta