As Indicações Terapêuticas da Climatoterapia

O modo de vida atual, cada vez mais urbanizado e desumano, exige, na medida do possível, para todos os cidadãos intoxicados tanto pela poluição atmosférica quanto pela poeira, pela fumaça industrial, pelos ruídos e pelas agressões psíquicas, uma volta periódica, senão definitiva, à calma e ao ar puro.

O que vale dizer que as indicações da climatoterapia aplicam-se à imensa maioria dos seres humanos. Todos sabem disso instintivamente haja vista as grandes migrações sazonais: para as montanhas, no inverno, e para as praias, no verão.

Entretanto, existem indicações terapêuticas mais precisas conforme se trate de um doente que necessite da altitude ou de uma estação de planície.



Estações de Altitude

A temporada nas montanhas é eminentemente favorável aos convalescentes de doenças graves ou prolongadas, aos indivíduos com estafa física e intelectual, e aos anêmicos.

A altitude, sobretudo numa região seca e ensolarada, é indicada aos asmáticos, aos que padecem de bronquites crônicas e de tuberculose óssea e, sobretudo de tuberculose pulmonar, exceto os casos em que houver acessos de febre.

foto de sanatório nas montanhas
Muitos sanatórios para tuberculose foram construídos nas montanhas para aproveitar as propriedades terapêuticas do clima de altitude

Estações de Planície

Já falamos das indicações terapêuticas das baixas ou médias altitudes. Convém lembrar que, para os habitantes dos grandes centros urbanos que não podem gozar de férias mais ou menos prolongadas no campo, é indispensável que reservem um fim de semana ao ar livre.

Deixe uma resposta