Técnicas orais de psicoterapia

Como já mencionamos antes, existem muitas técnicas de psicoterapia. O que veremos abaixo são algumas delas, que julgamos importantes.

A sofrologia

Bastante comentada, hoje em dia, essa técnica utiliza a hipnose, pela qual Charcot e, depois, Freud já se interessavam, para tratar dos distúrbios de origem funcional.

A psicanálise

Sua descoberta por Freud é seguramente a uma das revoluções mais profundas que o século XX conheceu, tanto em nível médico quanto em nível filosófico.

Resumindo, podemos dizer que a infância e a puberdade, na teoria freudiana, são momentos privilegiados durante os quais ira determinar-se todo nosso psiquismo. A maioria das sensações e dos sentimentos da criança vão ser recalcados numa esfera inconsciente que só se exprimirá através do sonho ou no caráter do individuo. Na idade adulta, quando ocorrer um conflito, o inconsciente continuará a intervir quando a pessoa não conseguir resolver esse conflito. Em vez de adaptá-lo à realidade cotidiana, ela irá recalcá-lo numa esfera inconsciente. Porém, o conflito continua a subsistir e irá manifestar-se sob outras formas: angústias ou outras perturbações psíquicas, mas também perturbações orgânicas.

O papel do psicanalista, pela recurso da palavra e do relacionamento com o paciente, é desfazer esse conflito, trazê-lo de volta à superfície. Esta terapêutica, evidentemente, é função de um especialista. Ela pode exigir muito tempo e não é raro ver uma análise durar vários anos. 0 papel do analisado é também de capital importância, pois sem a sua vontade e o seu desejo de cooperar o analista nada pode fazer.

A psicoterapia

A psicoterapia pode ser individual ou de grupo.

A psicoterapia individual assemelha-se à psicanalise, uma vez que é um tratamento que repousa no relacionamento pessoal do terapeuta com o paciente através do verbo. Mas se se lança mão desse relacionamento, não é para controla-lo, elucidá-lo ou reduzi-lo; ele é simplesmente dirigido para permitir que o indivíduo se expresse melhor, se libere. Na psicoterapia de grupo a intervenção do terapeuta limita-se a interpretações analíticas. 0 paciente , em contato direto com um grupo, exprime ativamente suas necessidades e relaciona-se com membros que também reagem ativamente. A presença do grupo facilita ou inibe a expressão, estimula a culpabilidade, a ansiedade ou a vergonha. Utilizam-se também métodos de improvisação dramática, jogo teatral, a fim de facilitar a expressão das inibições.

[wpb-product-slider posts="12" title="Compre em nossa loja"]

A psicoterapia de grupo é cada vez mais útil nas terapêuticas em que a vontade do doente necessita ser reforçada: no caso dos obesos que querem emagrecer ou dos fumantes que desejam deixar o uso do tabaco.

Voltar ao índice de Psicoterapia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *